saúde do trabalhador

Rede de Pesquisa em Saúde do Trabalhador

A Rede de Pesquisa em Saúde do Trabalhador congrega trabalhadores, profissionais de saúde, estudantes, professores e pesquisadores de diversas instituições (Fiocruz, Fundacentro, Universidades, CEREST, ABET, entre outras) e representantes sindicais. Constitui uma iniciativa de caráter nacional e multicêntrico. A Rede foi lançada em uma Oficina realizada em novembro de 2016, no Rio de Janeiro, na Escola Nacional de Saúde Pública – ENSP, Fiocruz. 

Formação em Saúde do Trabalhador

Na Constituição Federal (artigo 200, inciso III) é atribuída ao SUS a competência de ordenar a formação na área da Saúde. Portanto, a criação desse espaço é uma parceria entre Ministério da Saúde, Secretarias Estaduais e Municipais, Cesteh, Universidades, Grupos de Pesquisa e Controle Social, objetivando discutir e apoiar a Formação em Saúde do Trabalhador, em especial para a RENAST.

Webconferências sobre Saúde do trabalhador e Saúde Ambiental - Rede RUTE ENSP/FIOCRUZ

A Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz (ENSP/Fiocruz) em parceria com a Rede Universitária de Telemedicina (RUTE) através do SIG Saúde do Trabalhador organiza webconferências sobre temas relevantes relacionados à Saúde do Trabalhador e a Saúde Ambiental. O objetivo das webconferências é promover um processo de debates interdisciplinar sobre os temas, envolvendo pesquisadores, movimentos e militâncias, unificando as pautas de ambiente e trabalho, via movimento em rede.

Seminários de Saúde do Trabalhador - núcleo de telessaúde UERJ

O Grupo de Ensino e Pesquisa em Epidemiologia do Câncer e o Telessaúde/UERJ promovem nas 3as terça-feira do mês Seminários de Saúde do Trabalhador. Assista aqui.

2014

Dossiê Latinoamericano sobre Agrotóxico - Ecos do Congresso da Associação Latino Americana de Medicina Social/2014 (08/12/2014)

A defesa da saúde e do meio ambiente - Estratégias e competências do Ministério Público (18/11/2014)

Portaria Nº 1.823, de 23 de agosto de 2012 - Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora

Institui a Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora.

O MINISTRO DO ESTADO DA SAÚDE, no uso da atribuição que lhe confere o inciso II do parágrafo único art. 87 da Constituição; e

Considerando que compete ao Sistema Único de Saúde (SUS) a execução das ações de saúde do trabalhador, conforme determina a Constituição Federal;

Considerando o papel do Ministério da Saúde de coordenar nacionalmente a política de saúde do trabalhador, conforme o disposto no inciso V do art. 16 da Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990;

Políticas em Saúde do Trabalhdor

A Convenção 155 da Organização Internacional do Trabalho prevê a adoção de políticas nacionais coerentes de saúde e trabalho, bem como o desenvolvimento ações a serem efetivadas pelos governos e  empresas para promover a segurança e saúde no trabalho e melhorar as condições de trabalho. Estas políticas devem ser desenvolvidas levando-se em consideração as condições e práticas nacionais.

Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (RENAST)

A Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador, Renast, foi criada em 2002, por meio da Portaria no 1.679/GM, com objetivo de disseminar ações de saúde do trabalhador, articuladas às demais redes do Sistema Único de Saúde, SUS.

Saúde do Trabalhador

"O discurso da saúde do trabalhador emerge, do ponto de vista acadêmico, político e institucional na saúde coletiva, em contrposição à base conceitual e prática das concepções hegemônicas sobre a relação trabalho-saúde da medicina do trabalho (MT) e da saúde ocupacional (SO).

Web conferência sobre a Implementação da Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora

O Cesteh convida para a Web conferência sobre a Implementação da Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora com Karla Baeta, Coordenadora Nacional de Saúde do Trabalhador (Ministério da Saúde), que ocorrerá no dia 28 de março de 2017 com início as 14 horas.

Para assistir, enviar perguntas, dúvidas e sugestões ao vivo é só acessar, no horário da atividade.

Páginas

Subscribe to RSS - saúde do trabalhador