Você está aqui

LER/DORT

Analisou-se o perfil sociodemográfico e ocupacional de trabalhadores comlesões por esforços repetitivos (LER) ou disfunções osteomusculares relacionados ao trabalho(DORT) em Piracicaba, São Paulo, avaliando-se a associação desse perfil com a ocorrênciade dor, bem como a associação de risco para LER/DORT. Dados de 1.007 prontuáriosforam submetidos à análise descritiva (p<0,05). A LER/DORT predominou em mulheres, naidade produtiva, com baixo grau de instrução e baixos salários, com função de doméstica,cozinheira, serviços gerais, auxiliar de produção e costureira; a dor predominou no membrosuperior e estava associada à função, ao gênero feminino, ao baixo grau de instrução e aoestado civil; houve associação de risco entre organização e ergonomia no trabalho e dor nomembro superior. A compreensão das relações do trabalhador com o ambiente de trabalho ecom o trabalho pode favorecer medidas de vigilância e promoção de saúde.

A dor relacionada ao trabalho é descrita desde a Antiguidade (DEMBE, 1996), mas o registro clássico sobre a descrição de vários ofícios e danos à saúde a eles relacionados está contido na obra de Ramazzini (1985). São citadas as afecções dolorosas decorrentes dos movimentos contínuos da mão realizados pelos escribas e notários, cuja função era registrar manualmente os pensamentos e os desejos de príncipes e senhores, com atenção para não errar.

Dirigido por Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros, o documentário "Carne, Osso" faz um "mergulho no mundo dos frigoríficos brasileiros, marcado por condições precárias, riscos e danos à saúde de seus trabalhadores".

Este é um livro que extrapola o âmbito de abrangência da pesca artesanal. Os estudos e experiências aqui retratadas podem servir de interesse aos profissionais do campo da saúde do trabalhador e da saúde pública que, finalmente, dispõem de uma obra temática e compartilhada por diversos autores, com informações técnicas e científicas extensivas às categorias não assalariadas, agrícolas, artesãs, tradicionais ou não, que estão desassistidas no direito universal à atenção à saúde do trabalhador.

Define as terminologias adotadas em legislação nacional, conforme o disposto no Regulamento Sanitário Internacional 2005 (RSI 2005), a relação de doenças, agravos e eventos em saúde pública de notificação compulsória em todo o território nacional e estabelece fluxo, critérios, responsabilidades e atribuições aos profissionais e serviços de saúde.

No dia 28 de fevereiro é comemorado o Dia Internacional de Prevenção as Lesões por esforço repetitivo (LER) Distúrbios Osteomusculares relacionados ao Trabalho (DORT). Com o intuito de conscientizar a população sobre o tema, os fisioterapeutas da Secretaria Municipal de Saúde de Ubá (Abel Alves Marcelo e Geovane Elias Guidini Lima)  e do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador – CEREST, Rafaela Silva Oliveira de Faria, realizaram nesta semana ações educativas nas rádios nos meios de comunicação da cidade.

 

Número total de notificações de LER/DORT e sua estrutura relativa, em determinado espaço geográfico, CBO no ano considerado.

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), realizou nesta quarta-feira (25) uma ação em referência ao Dia Internacional de Conscientização sobre as Lesões por Esforço Repetitivo (LER) ou Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT), comemorado no dia 28 deste mês. O público alvo foi um grupo de trabalhadores de uma fábrica do Distrito Industrial onde mais de mil atendimentos foram prestados.

O vídeo fala sobre a importância da notificação de agravos relacionados ao trabalho no SINAN, enfocando em especial o Protocolo de Complexidade Diferenciada sobre LER/DORT, e é direcionado a profissionais de saúde em geral.