Fundacentro lança vídeo sobre LER/DORT

Material orienta sobre notificação compulsória e traz informações sobre esse tipo de adoecimento

No dia 28 de fevereiro, celebra-se o Dia Internacional de Prevenção às LER/DORT (Lesões por Esforços Repetitivos/ Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho). A Fundacentro aproveitou a data para lançar um vídeo para orientar os profissionais da saúde a notificarem esse tipo de adoecimento no Sistema de Informação de Agravos de Notificação – SINAN.

“O objetivo é divulgar que existe um protocolo do Ministério da Saúde, que orienta a fazer a notificação, determinada pela Portaria 777 de 2004 e mantida pela Portaria 104 de 2011”, explica a médica sanitarista e pesquisadora da Fundacentro, Maria Maeno. Ela é uma das autoras do Protocolo de Complexidade Diferenciada 10 -  Dor Relacionada ao Trabalho – LER/DORT, que pode ser acessado aqui.

A efetiva notificação compulsória pelo Sistema Único de Saúde permitirá ao poder público  ter um quadro mais próximo da realidade sobre os casos de LER/DORT, não só da população formal de trabalhadores, mas dos informais e funcionários públicos.  “As LER/DORT continuam sendo importantes do ponto de vista numérico e de geração de incapacidade, trazendo ônus para a sociedade”, avalia a médica.

Os trabalhadores mais atingidos pelas LER/DORT são aqueles que realizam movimentos repetitivos e são obrigados a manter certas posturas por tempo prolongado, especialmente, em linhas de montagem, frigoríficos, teleatendimento, corte de cana, caixas. Há uma relação direta com a organização do trabalho e um desgaste psíquico, tanto relacionado com a pressão e o ritmo exigido como pelo sofrimento que a doença traz. Os principais sintomas são dor, formigamento e dormência que podem atingir mãos, punhos, braços e ombros, além de fraqueza e cansaço.

Apesar de continuarem a ser as mais prevalentes dentre as doenças ocupacionais registradas, as estatísticas da Previdência Social mostram uma redução de casos de LER/DORT nos últimos anos.  A pesquisadora da Fundacentro alerta que esses dados devem ser analisados de forma mais ampla e que o problema da subnotificação persiste.

O vídeo da Fundacentro estará disponível amanhã, 28/02, no portal da instituição, na página Vídeo Web - http://www.fundacentro.gov.br/index.asp?D=VIDEOCAST&?D=CTN&C=1615&menuAberto=1605 ou no canal do YouTube  - http://www.youtube.com/fundacentrooficial . Apesar de o público alvo ser profissionais de saúde, trabalhadores em geral também podem obter informações importantes ao assisti-lo. Além de falar dos sintomas e das causas das LER/DORT, o material explica a importância do exame clínico cuidadoso e da devida notificação, para que ações de prevenção possam ser desencadeadas e os direitos dos trabalhadores sejam garantidos.

Fonte: Fundacentro, 27/02/2013