Protocolo: saúde do trabalhador na atenção primária à saúde

Este protocolo foi elaborado pela equipe técnica do Cerest de Betim em conformidade com as orientações da Diretoria Operacional de Saúde para que a Saúde do Trabalhador fizesse parte do processo de organização da Atenção Primária à Saúde em curso no município.

A elaboração do documento foi possível em função do apoio técnico pedagógico que a equipe do Cerest realiza junto à Atenção Primária à Saúde, iniciado em 2008 e fortalecido a partir de 2012 com a implantação do matriciamento em saúde do trabalhador.

O conteúdo foi produzido pelos técnicos do Cerest com a participação dos profissionais da Unidade Básica de Saúde Rosa Capuche, localizada no bairro Jardim Petrópolis, definida pela Diretoria Operacional para ser piloto em todos os processos da consultoria. Após sua conclusão, foi testado e aprovado pela equipe da referida Unidade de Saúde.

Este documento está organizado em duas partes: na primeira encontram-se as perguntas que deverão ser inseridas no prontuário e realizadas para todos os usuários. Na segunda parte estão as explicações detalhadas sobre cada campo devendo ser consultadas sempre que houver dúvida.

Espera-se que este protocolo seja mais um facilitador para que as equipes da APS possam inserir em suas rotinas de trabalho as ações de saúde do trabalhador.

Webconferência Protocolo de Saúde do Trabalhador para a Atenção Básica exibida pela Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz (ENSP/Fiocruz) em parceria com a Rede Universitária de Telemedicina (RUTE) através do SIG Saúde do Trabalhador em 25/04/2017