CESTEH

Centro de Estudos do Trabalho e Ecologia Humana

Rede de Pesquisa em Saúde do Trabalhador

A Rede de Pesquisa em Saúde do Trabalhador congrega trabalhadores, profissionais de saúde, estudantes, professores e pesquisadores de diversas instituições (Fiocruz, Fundacentro, Universidades, CEREST, ABET, entre outras) e representantes sindicais. Constitui uma iniciativa de caráter nacional e multicêntrico. A Rede foi lançada em uma Oficina realizada em novembro de 2016, no Rio de Janeiro, na Escola Nacional de Saúde Pública – ENSP, Fiocruz. 

Formação em Saúde do Trabalhador

Na Constituição Federal (artigo 200, inciso III) é atribuída ao SUS a competência de ordenar a formação na área da Saúde. Portanto, a criação desse espaço é uma parceria entre Ministério da Saúde, Secretarias Estaduais e Municipais, Cesteh, Universidades, Grupos de Pesquisa e Controle Social, objetivando discutir e apoiar a Formação em Saúde do Trabalhador, em especial para a RENAST.

Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (CESTEH)

O Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (CESTEH), pertencente a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), foi implantado em 10 de dezembro de 1985, tendo por objetivos básicos formar recursos humanos para a área, sejam técnicos para atuação nos programas de saúde do trabalhador no âmbito do SUS (Sistema único de Saúde) e outras instituições, sejam novos pesquisadores; desenvolver estudos e pesquisas sobre a relação trabalho, saúde e ambiente, propiciando o desenvolvimento de novas metodologias, diagnóstico e a intervenção sobre situações relevantes

Estratégias de VISAT relacionadas ao amianto, sílica e benzeno

O Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP) promoverá, no dia 27 de julho, aula aberta do Mestrado Profissional em Vigilância em Saúde do Trabalhador com o tema Estratégias de Vigilância em Saúde do Trabalhador relacionadas ao amianto, silíca e benzeno: Por onde caminhamos? A atividade contará com a participação de Regina Dal Castel Pinheiro, do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Santa Catarina (Cerest/SC), Fátima Sueli Neto Ribeiro, professora da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) e Simone Alves do Santos, diretora técnica da Divisão

Estão abertas as inscrições para o envio de textos para o Caderno de Relatos de Experiências em Saúde do Trabalhador, volume II - Saúde do Trabalhador e Controle Social

O Centro de Estudo em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/Ensp/Fiocruz/MS) está organizando o IV Encontro de Formação em Saúde do Trabalhador com a finalidade de aprofundar o conhecimento e a discussão sobre formação em Saúde do Trabalhador, apresentar e discutir o programa de formação em Saúde do Trabalhador do Cesteh e criar um espaço para divulgação e discussão de experiências em Saúde do Trabalhador e Controle Social.

Ferramenta digital possibilita interação das ações de Saúde do Trabalhador no Brasil

O Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP) está fazendo uso de uma ferramenta digital que busca promover a comunicação e a interação entre os Centros de Referência em Saúde do Trabalhador no Brasil. Por meio da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), a Rede Universitária de Telemedicina (RUTE) - que possui 124 unidades em todo o país e cerca de 60 Grupos de Interesse Especial (SIGs) - oferece serviços de webconferências para seus SIGs.

Bezenismo: centro de estudos debateu exposição nos postos de combustível

Silêncioso, invisível e letal. Os riscos à saúde causados pelo benzeno, substância cancerígena presente nos combustívels, há muito são conhecidos pela comunidade científica. Na década de 1990, quando foi instituida a Comissão Nacional do Benzeno, normas regulatórias foram impostas às indústrias químicas e siderúgicas, mas os postos de combustível ficaram de fora. Agora, um anexo foi incluído à legislação para dar conta também da exposição nos postos.

Benzenismo: doença ocupacional de frentistas será tema de Centro de Estudos

Os trabalhadores dos postos de gasolina são uma das categorias profissionais mais expostas ao benzeno, substância presente nos combustíveis e considerada cancerígena. O risco de contaminação se dá em ações comuns no cotidiano dos frentistas, como secar a mão em uma estopa e guardá-la no bolso, encher o tanque dos carros acima do "click" (margem de segurança) ou permanecer sem máscara enquanto os reservatórios dos postos são abastecidos. O benzenismo será tema do Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos da ENSP (Ceensp) na próxima quarta-feira, 23 de novembro.

Evento no Cesteh debate a formação em saúde do trabalhador

Trajetória e desafios da formação em Saúde do Trabalhador será o tema da próxima edição do Encontros do Cesteh, marcada para o dia 26 de outubro, das 12 às 14 horas, na sala 32 do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador. Mediado pelo pesquisador Gideon Borges, o evento terá palestras das pesquisadoras da ENSP Maria Blandina Marques, Rita Mattos e Simone Oliveira. A atividade é aberta ao público e não necessita de inscrições.

Mestrado profissional em VISAT-2017: inscrições abertas

A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP), unidade técnico-científica da Fundação Oswaldo Cruz, torna públicos o cronograma e as normas para a seleção de candidatos ao curso de Mestrado Profissional em Vigilância em Saúde do Trabalhador realizado com o apoio da Coordenação Geral de Saúde do Trabalhador da Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde.

Coordenação

Ana Maria Cheble Bahia Braga (CESTEH/ENSP/FIOCRUZ)
Simone Santos Oliveira (CESTEH/ENSP/FIOCRUZ)

Páginas

Subscribe to RSS - CESTEH