Você está aqui

trabalho em saúde

Durante uma pandemia é esperado que estejamos frequentemente em estado de alerta, preocupados, confusos, estressados e com sensação de falta de controle frente às incertezas do momento. Estima-se, que entre um terço e metade da população exposta a uma epidemia pode vir a sofrer alguma manifestação psicopatológica, caso não seja feita nenhuma intervenção de cuidado específico para as reações e sintomas manifestados. Os fatores que influenciam o impacto psicossocial estão relacionados a magnitude da epidemia e o grau de vulnerabilidade em que a pessoa se encontra no momento.

Nota técnica GVIMS/GGTES/ANVISA Nº 04/2020

As medidas de prevenção e controle de infecção devem ser implementadas pelos profissionais que atuam nos serviços de saúde para evitar ou reduzir ao máximo a transmissão de microrganismos durante qualquer assistência à saúde realizada.

Para melhor acompanhar a situação da pandemia do novo coronavírus, buscar soluções que reduzam o risco de contágio e oferecer apoio aos profissionais de Enfermagem atingidos pela doença, o Cofen criou um formulário para notificação de casos de COVID-19.

A Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (Renast), conforme o Anexo X da Portaria de Consolidação n° 3/GM/MS (Origem: PRT MS/GM 1679/2002) (BRASIL, 2017a), é a principal estratégia de efetivação, organização e implementação das ações de Saúde do Trabalhador (ST) em todos os serviços do Sistema Único de Saúde (SUS).

A publicação “Condições de Saúde e Trabalho no Setor Saúde”, é resultado do Programa de Cooperação Internacional em Saúde da OPAS/OMS e SGTES/MS (TC 41) e está disponível no site da OPAS (links abaixo). O livro integra a série Nescon de Informes Técnicos Nº 2, da Universidade Federal de Minas Gerais, sob a coordenação do dr. Francisco Eduardo Campos.

O livro, organizado pela professora Ada Ávila Assunção (MPS) e pelo coordenador geral de Saúde do Trabalhador da Secretaria de Vigilância em Saúde do MS, Jorge Huet Machado, será lançado no próximo mês de novembro, no Congresso Nacional da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), em Porto Alegre.

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) da Organização Mundial da Saúde (OMS) oferece novo curso virtual para qualificar a resposta dos serviços de saúde no manejo de casos de Covid-19. O curso virtual fornece informações para os profissionais de saúde visando a aplicação adequada das medidas de prevenção e controle para garantir a segurança no manejo da doença entre os profissionais de saúde e pacientes infectados. O curso está disponível na plataforma do Campus Virtual de Saúde Pública da OPAS/OMS nos idiomas português, espanhol e inglês.

Recomenda a observância do Parecer Técnico nº 128/2020, que dispõe sobre as orientações ao trabalho/atuação dos trabalhadores e trabalhadoras, no âmbito dos serviços de saúde, durante a Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional em decorrência Doença por Coronavírus – COVID-19. 

 

A doença do novo Coronavírus-2019 denominada (COVID-19) é uma enfermidade respiratória causada pelo vírus SARS-CoV-2. Em dezembro de 2019, a Organização Mundial de Saúde (OMS) começou a monitorar um aumento de casos de pneumonia de causa desconhecida na cidade de Wuhan, na China. Em 7 de janeiro de 2020, as autoridades chinesas informaram que a causa era esse novo tipo de coronavírus.

Em homenagem ao importante trabalho prestado pela professora Izabel dos Santos, o Ministério da Saúde - SGTES, com apoio da OPAS e da FUNDEP, apresenta do documentário Trabalho e Transformação em Saúde: a trajetória de Izabel dos Santos. Com 50 minutos de duração, este trabalho retrata um pouco da história desta brasileira que, por ideologia, paixão e perseverança, escreveu um decisivo capítulo da criação e desenvolvimento das políticas de inclusão dos recursos humanos no setor de Saúde Pública brasileira.