Você está aqui

territorialização

Atua no desenvolvimento de projetos estratégicos de apoio à cooperação técnica para o desenvolvimento institucional, relacionados à vigilância em saúde ambiental e à saúde do trabalhador, na perspectiva da promoção da saúde.

Executa ações de pesquisa, ensino e capacitação, nos campos de:

O acervo de notícias, recursos e dados organiza informações por divisões administrativas do território brasileiro, agregados por Região, Estado e Municípios.

Periodicamente, esta divisão é reorganizada, coma extinção e criação de entes federados. A plataforma apresenta a imagen atual, transferindo informações dos entes extintos para seus sucessores ativos.

Estrutura:

  • Região (5)
    • Estado (27)
      • Município (5570)

 

"No interior do processo produtivo, efetua-se o processo de trabalho, que envolve diretamente a saúde dos trabalhadores e pode ser fonte de renda e de bem-estar, oportunidade de socialização e realização, mas também pode ser espaço de exploração, sofrimento, contaminação e acidentes, a depender das relações, condições e formas da organização do trabalho, que também são objeto da Vigilância em Saúde.

O avanço e a consolidação do Sistema Único de Saúde (SUS) se evidenciam, grosso modo, no crescimento da cobertura das áreas pelas equipes do Programa Saúde da Família (PSF), no aumento da expectativa de vida ao nascer e na diminuição da mortalidade infantil e em menor grau da mortalidade materna em todos os 26 estados e respectivos municípios e no Distrito Federal. 

O Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissional em Políticas Públicas de Saúde (PPGPPS/Fiocruz Brasília), em consórcio com a Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública, Modalidade Profissional do Instituto Aggeu Magalhães – IAM/Fiocruz Pernambuco (PPGSP-MP/IAM/Fiocruz Pernambuco) publicou, nesta terça-feira (15/10), Chamada Pública de Seleção para o curso de Mestrado Profissional com enfoque na Promoção e Vigilância em Saúde, Ambiente e Trabalho.

Este trabalho analisa as consequências da desterritorialização na Baía de Sepetiba, no estado do Rio de Janeiro, sobre o processo de trabalho e saúde dos pescadores artesanais desse território. Por meio do conceito de determinantes sociais em saúde, essa análise aproxima os novos vetores de crescimento da região às condições de vida e saúde desses trabalhadores. Essa relação explicitou-se por meio de entrevistas semiabertas, grupos focais e questionários estruturados.

O aperfeiçoamento das intervenções em Saúde do Trabalhador pressupõe a adoção de abordagens que operacionalizem fiscalizações dos ambientes de trabalho, sob a forma de Intervenções Éticas de Impacto, no âmbito do Sistema Único de Saúde, segundo o mapeamento de riscos; o estabelecimento de fluxos de informações e o delineamento dos perfis de morbimortalidade dos trabalhadores.

Curso Tópicos Especiais em Saúde Coletiva, ofertado pelos Professores André Bonifácio, Danilo Costa, Ernani Vieira e Gabriella Soares do Departamento de Promoção da Saúde da Universidade Federal da Paraíba apresenta:
Painel sobre Saúde do Trabalhador na Atenção Básica: construindo territórios saudáveis e sustentáveis

Convidados :