Você está aqui

saúde ambiental

OBJETIVO: realizar atividade de ensino e extensão com alunos de graduação para construção de diagnóstico participativo sobre as condições de vida, ambiente e trabalho em núcleo populacional rural, visando subsidiar ações de promoção da saúde pela equipe de agentes comunitários da Estratégia Saúde da Família.

A Revista Brasileira de Saúde Ocupacional informa que sua mais recente edição, o número 125 do volume 37, encontra-se disponível para acesso e download no portal SciELO).

Esta edição inclui, além de artigos com temas variados, o dossiê temático Trabalho, saúde e meio ambiente na agricultura: interações, impactos e desafios à segurança e saúde do trabalhador.

O texto busca contribuir para a discussão dos entrecruzamentos entre os campos da saúde ambiental e da saúde do trabalhador, referenciada no cenário brasileiro das relações produção/trabalho, ambiente e saúde e nas mudanças na organização do SUS, com destaque para o papel da atenção primária à saúde (APS), e se destina a contribuir para as discussões no processo de preparação da 1ª Conferência Nacional de Saúde Ambiental (1ª CNSA), prevista para ser realizada em dezembro de 2009.

Este artigo descreve e analisa o processo de governança em desenvolvimento sustentável aplicado ao território, no contexto da gestão estratégica, integrada e participativa, do Projeto Bocaina, por meio da caracterização, análise, monitoramento e avaliação desta experiência, em andamento nos municípios de Angra dos Reis e Paraty, no litoral do Estado do Rio de Janeiro, e município de Ubatuba, no litoral do Estado de São Paulo, Brasil, onde vivem comunidades tradicionais de três etnias: indígena, quilombola e caiçara. Da aplicação da Matriz de Análise de Efetividade de Estratégias Territorializadas de Desenvolvimento Sustentável constatou-se que há evidências de integração e apropriação das dimensões (equidade, sustentabilidade e autonomia) e dos parâmetros (diversidade, vulnerabilidade, integralidade, ecologia de saberes, territorialização, intersetorialidade, participação e empoderamento), com impacto positivo para a governança ambiental e sustentabilidade local.

Este ensaio é uma contribuição ao debate teórico-metodológico para o desenvolvimento de territórios saudáveis e sustentáveis. Aborda conceitos já incorporados à saúde coletiva e a outras das ciências humanas e sociais. A construção e a aplicação do conceito de territórios saudáveis e sustentáveis remetem a análise das ações desenvolvidas por instituições de ciência e tecnologia, pesquisa e ensino, movimentos sociais, organizações não-governamentais e governamentais. Exigem ainda pensar como ocorre o envolvimento de múltiplos atores que atuam nos territórios.

Os Programas de Pós-Graduação em Saúde Pública, Saúde Pública e Meio Ambiente e Epidemiologia em Saúde Pública da ENSP divulgaram os procedimentos para a inscrição de candidatos externos interessados nas disciplinas oferecidas pelos respectivos programas no 1º semestre de 2015. Do mesmo modo, foram publicadas as orientações para matrícula dos alunos de mestrado e doutorado dos programas de Saúde Pública, Saúde Pública e Meio Ambiente e Epidemiologia em Saúde Pública anteriores a 2015. Para os alunos com entrada no próximo ano, os procedimentos exigidos também estão disponíveis.

As estratégias e competências do Ministério Público na defesa da saúde e do ambiente seráo discutidas nesta terça-feira, 19 agosto, às 14 horas em mais um Seminários de Saúde do Trabalhador, promovido pelo Grupo de Ensino e Pesquisa em Epidemiologia do Câncer e o Telessaúde/UERJ. As sessões online ocorrem todas as 3as terça-feira do mês.

O presente artigo discute as implicações das mudanças no paradigma produtivo sobre a saúde e o ambiente no meio rural brasileiro.

Inscrições poderão ser efetuadas do dia 06 de Junho ao dia 21 de Junho de 2013

O Laboratório de Ensino a Distância do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro (LABEAD/IESC/UFRJ), integrante da Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde (UNA-SUS), estará com seleção aberta para o curso de Capacitação a Distância em Saúde, Desastres e Desenvolvimento do dia 06 de Junho a 21 de junho de 2013.

Parceria firmada por meio de cooperação técnica entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO) com a Organização Panamericana de Saúde e Organização Mundial da Saúde ( OPAS/OMS), da Escola FIOCRUZ de Governo da Gerência Regional de Brasília (EFG/Gereb/Fiocruz promoverá o  curso de Especialização em Promoção e Vigilância em Saúde, Ambiente e Trabalho. Interessados podem se inscrever de 16 a 20 deste mês.