saúde do trabalhador

III Oficina de Formação e Qualificação em Saúde do Trabalhador - diálogo com os atores da prática

O Centro de Estudo em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (Cesteh/Ensp/Fiocruz/MS) realizou nos dias 27 e 28 de junho de 2016, das 9 às 16h no Salão Internacional da Escola Nacional de Saúde Pública/Fiocruz a III Oficina de Formação e Qualificação em Saúde do Trabalhador – diálogo com os atores da prática.

Comunidades ampliadas de pesquisa ação como dispositivos para uma promoção emancipatória da saúde: bases conceituais e metodológicas

O artigo é uma contribuição para as discussões metodológicas do pilar participação que orienta as estratégias de Promoção da Saúde. Reflete sobre as bases conceituais e metodológicas das Comunidades Ampliadas de Pesquisa-ação (CAP) como dispositivos para uma Promoção Emancipatória da Saúde (PES), tomando por referência a experiência do Laboratório Territorial de Manguinhos.

Boletim Especial "Imagens da Saúde do Trabalhador"

Fórum Intersindical Saúde,Trabalho e Direito lança o número especial "Imagens da Saúde do Trabalhador - um olhar pelos olhos"  com um tributo ao trabalho de Mariza Almeida, fotógrafa, militante da Saúde do Trabalhador, do Centro de Estudos de Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana há 25 anos.

Roda de conversa do Cesteh debateu questões ligadas à saúde e ambiente

No ano em que celebra os 30 anos de sua fundação, o Centro de Estudos em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP), vem realizando uma série de encontros para debater temas pertinentes as suas áreas de atuação. A terceira Roda de Conversa abordou as Interseções do Ambiente na Saúde e no Trabalho. Coordenada pelo pesquisador da ENSP Aldo Pacheco, a roda contou com as falas de Ary Miranda, Liliane Reis e Fátima Moreira, também pesquisadores da Escola, além da participação de diversas das pessoas presentes ao debate.

ENSP e SMS-RJ celebram o Dia do Trabalhador

Para comemorar o Dia Internacional do Trabalhador, celebrado em 1º de maio, a Escola Nacional de Saúde Pública, por intermédio do Centro de Estudos em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh), sediará, no dia 30 de abril, a atividade Cenário da Saúde do Trabalhador no Brasil.

Cesteh relembra três décadas da área de saúde do trabalhador

Definida como um conjunto de medidas de prevenção, assistência e vigilância dos agravos à saúde relacionados ao trabalho, as ações da área de Saúde do Trabalhador visam, principalmente, reduzir as doenças ocupacionais, os acidentes, além de proporcionar melhor qualidade de vida aos profissionais.

Aberto novo período de inscrições para o curso de Saúde do Trabalhador

Candidatos interessados no curso de Especialização em Saúde do Trabalhador terão uma nova oportunidade para inscrever-se.

O novo período para inscrições será de 20 de fevereiro a  08 de março de 2015. Os resultados serão publicados neste site em 10 de março de 2015.

Edição de dezembro de Ciência & Saúde Coletiva discute avanços e perspectivas da vigilância em Saúde do Trabalhador

A edição 19.12 de dezembro de 2014 da Revista Ciência & Saúde Coletiva denominada "Vigilância em Saúde do Trabalhador: Avanços e Perspectivas" analisa e discute a vigilância como uma questão central para a efetivação da Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (PNST).

Webconferências sobre Saúde do trabalhador e Saúde Ambiental - Rede RUTE ENSP/FIOCRUZ

A Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz (ENSP/Fiocruz) em parceria com a Rede Universitária de Telemedicina (RUTE) através do SIG Saúde do Trabalhador organiza webconferências sobre temas relevantes relacionados à Saúde do Trabalhador e a Saúde Ambiental. O objetivo das webconferências é promover um processo de debates interdisciplinar sobre os temas, envolvendo pesquisadores, movimentos e militâncias, unificando as pautas de ambiente e trabalho, via movimento em rede.

Incorporação das ciências sociais na produção de conhecimentos sobre trabalho e saúde

Este artigo apresenta uma revisão bibliográfica sobre a influência das ciências sociais para a superação de concepções reducionistas de relação trabalho-saúde, nas duas últimas décadas. Trata-se de um tipo de diagnóstico da produção científica, no qual destacam-se: as contribuições para a caracterização da saúde do trabalhador, como campo de conhecimento e de intervenção, e para a análise da política e das práticas das instituições públicas; as abordagens compreensivas e as questões de gênero. Efetuou-se um levantamento de artigos de periódicos indexados e de dissertações e teses de pós-graduação. Foram consultados: o banco de dissertações e teses da Coordenação de Aperfeiçoamento do Ensino Superior e do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia; a Biblioteca Virtual em Saúde da Biblioteca Regional de Medicina e o site do Scientific Electronic Library On-line. Constatou-se a predominância de estudos sobre temáticas específicas e determinadas categorias de trabalhadores, em contraposição a tentativas de abordagens totalizadoras. Apesar dos notáveis avanços em termos de conhecimento, existe carência significativa de investigações sobre segmentos da população trabalhadora que apresentam maior vulnerabilidade social.

Páginas

Subscribe to RSS - saúde do trabalhador