Você está aqui

Saúde Mental e Trabalho

Estão abertas as inscrições para o III Curso Novos Modelos de Gestão do Trabalho, Saúde Mental e Patologia, do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA). Com carga horária de 22h/aula, o curso inicia em março e segue até junho de 2014, sempre às quartas-feiras, das 19h às 21h15. Entre os temas abordados estão psicodinâmica do trabalho, assédio moral e organizacional e atenção à saúde mental no trabalho. A capacitação tem coordenação do professor do Serviço de Medicina Ocupacional do HCPA Álvaro Roberto Crespo Merlo. Podem se inscrever no curso profissionais e estudantes da área da saúde.

Nos últimos três anos, a média de gastos da Previdência Social com problemas de saúde gerados no próprio ambiente de trabalho cresceu acima das despesas com os afastamentos previdenciários gerais.

Pesquisadora da Fundacentro, Maria Maeno fala dos afastamentos por transtornos mentais no trabalho.

Jonal Hoje, da Globo. Veja a reportagem aqui

Nesta edição apresentamos uma entrevista com o professor Yves Clot, psicólogo do trabalho e pesquisador do CNAM, Conservatoire National des Arts et Métiers de Paris. Ele é autor do livro A função psicológica do trabalho, publicado pela editora Vozes em 2006. Fez o prefácio de um dos livros de Louis Le Guillant, intitulado Escritos de Le Guillant &– da ergoterapia à psicopatologia do trabalho, organizado por Maria Elizabeth Antunes Lima e também publicado pela editora Vozes, em 2006.

A Comissão Nacional Permanente do Benzeno (CNPBz) foi produto de um processo negocial que culminou com a efetivação do Acordo Nacional do Benzeno, firmado em 20 de dezembro de 1995 e regulamentado através da Portaria SSST n.º 14 de 20 de dezembro de 1995, publicada no DOU de 22 de dezembro de 1995, com o objetivo de acompanhar a implementação do Acordo e do Anexo 13 - A da NR 15 - Atividades e Operações Insalubres.

O Conselho Federal de Psicologia (CFP) apresenta à categoria e à sociedade o documento Saúde do Trabalhador no Âmbito da Saúde Pública: Referências Técnicas para a Atuação da(o) Psicóloga(o), edição revisada, elaborado no âmbito do Centro de Referências Técnicas em Psicologia e Políticas Públicas (CREPOP). O documento apresenta as possibilidades de atuação da Psicologia no âmbito da Saúde do Trabalhador, atentando-se para as relações de poder existentes no mundo do trabalho na contemporaneidade.

Desânimo, apreenção e angustia. Em 2011, a Previdência Social concedeu mais de 15 mil aposentadorias por trabalhadores vítimas de adoecimento mental. Já os auxílios doença concedidos por causa de quadros depressivos chegam a 82 mil em todo o país, 20% mais que em 2010. O crescimento baseia-se na precarização das relações de trabalho impostas em péssimas condições, jornadas prolongadas e medo do desemprego. Especialistas também apontam o assédio moral como um grave problema presente no mundo do trabalho.

As prefeituras dos municípios da região do ABCD e o movimento sindical estão engajados na organização de diversas atividades em defesa da saúde e segurança no trabalho, em especial a saúde mental dos trabalhadores.

Remonta o ano 1985, a organização de serviços de atenção aos trabalhadores no município de SBC e na Região em resposta às reivindicações sindicais e ao adoecimento dos trabalhadores decorrentes das intoxicações por chumbo, mercúrio, etc.