Você está aqui

Técnicos da ciência da saúde humana (322)

Código: 
322
Nível: 
Subgrupo

Informações no sistema

Período: 2.007 a 2.018
Número total de vínculos (RAIS): 13.085.237
Número total de vínculos com afastamento (RAIS): 1.673.388
Número total de vínculos com afastamento por doença (RAIS): 1,160,057
Número total de vínculos com afastamento relacionado ao trabalho (RAIS): 80.992

O Caderno de Atenção Básica nº 41 – Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora compreende parte de um esforço compartilhado entre o Departamento de Atenção Básica da Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde (DAB/SAS/MS) e a Coordenação-Geral de Saúde do Trabalhador.

Contudo, este mesmo progresso não é observado em outros indicadores. Entre eles, especificamente em relação à saúde dos trabalhadores, estudos localizados evidenciam ocorrência elevada de acidentes de trabalho nos serviços de saúde, adoecimento mental, absenteísmodoença, queixas de dores musculoesqueléticas e insatisfação dos profissionais do SUS. 

O artigo é uma contribuição para as discussões metodológicas do pilar participação que orienta as estratégias de Promoção da Saúde. Reflete sobre as bases conceituais e metodológicas das Comunidades Ampliadas de Pesquisa-ação (CAP) como dispositivos para uma Promoção Emancipatória da Saúde (PES), tomando por referência a experiência do Laboratório Territorial de Manguinhos.

No desafio da integração regional, a linguagem (oral, escrita; a partir de seu aspecto semiótico, não linguístico) ocupa, por suas características funcionais especiais, um lugar insubstituível na estrutura da inter-relação. Nos espaços técnicos, porém, seu papel como ferramenta de comunicação precisa de uma instância prévia de negociação que permita identificar signos com capacidade de se tornar código coletivo.

A publicação “Condições de Saúde e Trabalho no Setor Saúde”, é resultado do Programa de Cooperação Internacional em Saúde da OPAS/OMS e SGTES/MS (TC 41) e está disponível no site da OPAS (links abaixo). O livro integra a série Nescon de Informes Técnicos Nº 2, da Universidade Federal de Minas Gerais, sob a coordenação do dr. Francisco Eduardo Campos.