Você está aqui

Rio de Janeiro - RJ (330455)

Código: 
330455
Nível: 
Município

Informações no sistema

Período: 2.007 a 2.018
Número total de vínculos (RAIS): 41.506.200
Número total de registros de acidentes e doenças do trabalho (AEAT): 276.696
Número de notificações de agravos relacionados ao trabalho (SINAN): 25.650

A exposição ao benzeno, substância cancerígena presente nos combustíveis, foi discutida na ENSP durante os dias 23 e 24 de novembro por pesquisadores, técnicos e integrantes dos movimentos sociais. Com foco nos trabalhadores dos postos de gasolina, mas também pensando nos riscos que correm os usuários e a população que vive no entorno dos postos, os debates falaram das legislações que buscam diminuir a exposição ao benzeno.

Nesta quarta-feira (2/10), o Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh) da ENSP realiza a sessão científica Silicose: passado, presente e futuro, com palestra da pneumologista do Ambulatório do Cesteh e especialista em medicina do trabalho, Patricia Canto Ribeiro. A atividade está marcada para às 14 horas, na sala 40 do Cesteh, e é aberta ao público.
 

Entre os dias 10 e 11 de novembro, o Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP) recebeu a visita de representantes da Joint Commission International (JCI), organização de acreditação com maior experiência no mundo em avaliação de serviços, para pleitear a manutenção do certificado de qualidade internacional de serviços laboratoriais e ambulatoriais.

O Cesteh promove na próxima semana o evento  Saúde no trabalho e estratégias sindicais: experiências francesas e brasileira. O encontro ocorrerá nos dias 10, a partir das 13:30, e 11 de maio, começando às 9 horas, no Salão Internacional da Ensp.

“Saúde, Trabalho e Subjetividade: o ponto de vista da atividade” será o tema do próximo curso livre de curta duração oferecido pelo Cesteh. A atividade terá duração de 30 horas e será realizada entre os dias 07 e 10/10 para profissionais e estudantes com nível superior completo e conhecimentos anteriores em sobre saúde trabalho e ambiente.

Trata-se de um curso livre de curta duração – e, ao mesmo tempo, de um módulo eletivo na especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana - que discutirá a relação entre saúde, trabalho e subjetividade, com a apresentação e discussão sobre ferramentas para a reflexão-ação em gestão do trabalho, a partir do ponto de vista da atividade.

O Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh), criado em 10 de dezembro de 1985, integra a estrutura da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (Ensp), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e atua nas áreas de Saúde, Trabalho e Ambiente, desenvolvendo atividades de Ensino, Pesquisa e Serviço.

Estão abertas, até 10 de janeiro de 2013, as inscrições para o curso de especialização em Direito e Saúde da ENSP/Fiocruz. O objetivo é promover a construção do conhecimento no campo do direito e saúde, desenvolvendo competências gerais e específicas por meio da compreensão dos conteúdos programáticos, além de desenvolver o processo de educação, formação e aperfeiçoamento dos profissionais das ciências da saúde e ciências jurídicas, visando criar no aluno uma compreensão geral sobre a área do direito e saúde.

Diversos cursos da Coordenação de Educação a Distância da ENSP seguem oferecendo vagas até o mês de junho de 2014. Entre as oportunidades, a Escola oferece formação em nível de aperfeiçoamento, atualização e especialização. Gestão de Redes, Processos de Mudança na Formação Superior do Profissional de Saúde, Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa, Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana e Gestão em Saúde são alguns dos cursos. Confira todas as oportunidades. 
 

No dia 21 de fevereiro, o Instituto Sul-Americano de Governo em Saúde (ISAGS-Unasul) receberá a Dra. Asa Cristina Laurell para a conferência “Sistemas Universais de Saúde: objetivos e desafios”. O evento será transmitido pela internet em tempo real e terá um caráter interativo, já que os participantes poderão enviar perguntas e comentários através de nosso portal (www.isags-unasul.org ou no http://aovivonaweb.tv/isags), Twitter e Facebook.