acidente de trabalho

32º Encontro Presencial do Fórum Acidentes do Trabalho: Análise, Prevenção e Aspectos Associados

O Fórum de Acidentes convida para seu 32º Encontro Presencial a ser realizado no próximo dia 5/12 às 8:30h na FSP/ USP. O Tema é Trabalho, Mortes e contaminações na indústria Brasileira do Petróleo, assunto que está na ordem do dia tendo em vista o investimento do país no pré sal e várias ocorrências trágicas que infelizmente acompanham o setor. O debate irá trazer um panorama abrangente do trabalho e dos riscos no setor com participação de acadêmicos e profissionais que atuam na área.

Panorama dos acidentes de trabalho em Pindamonhangaba

Todo trabalhador, ao sofrer um acidente dentro do seu ambiente de trabalho (AT típico), ou no percurso entre sua residência e o serviço (AT trajeto), tem o direito de ter esse acidente notificado pelos profissionais da instituição a que recorre para atendimento à saúde. O registro em SINAN do acidente grave, fatal ou com menor de idade é compulsório, sendo, portanto, obrigatório aos pronto socorros, unidades básicas, equipes de saúde da família e serviços privados de saúde.

Cerest discute riscos de acidentes com funcionários do Hospital Geral

A saúde dos funcionários do Hospital Geral do Estado (HGE) foi contemplada com os cuidados do Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador (Cerest) de Maceió, que promoveu, na unidade hospitalar, uma reunião com instituições de vigilância em saúde do trabalhador para discutir a situação da instituição quanto às dificuldades frente às notificações de agravos e acidentes de trabalho.

Cerest vai coletar dados e informações para investigar acidente de trabalho

O Cerest (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador) vai coletar dados e informações para apurar as causas do acidente de trabalho que vitimou um jovem de 16 anos em Rio Claro. Eduardo Felipe Alves morreu após cair de uma laje de cerca de dois metros, enquanto trabalhava em uma construção.

Da vigilância para prevenção de acidentes de trabalho: contribuição da ergonomia da atividade

Os acidentes são fenômenos complexos, cuja determinação situa-se na organização do trabalho, dimensão invisível aos agentes de vigilância. O objetivo deste artigo é analisar e comparar o alcance das intervenções realizadas em uma empresa frigorífica, em 1997, baseada na checagem de normas de saúde e segurança, e em 2008, quando se incorpora a ergonomia da atividade. Foi realizado estudo de caso com análise documental referente à intervenção de 1997 e análise ergonômica do trabalho adotada em 2008. Em 1997 as ações de vigilância incidiram principalmente sobre os fatores de risco visíveis.

Sespa assina protocolo para reduzir acidentes de trabalho no Pará

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) assinou, nesta quinta-feira (11), no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), o Protocolo de Cooperação Técnica proposto pelo TRT da 8ª Região, com a finalidade de implementar programas e ações regionais voltadas à prevenção de acidentes de trabalho e ao fortalecimento da Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho.

Gravidade dos acidentes de trabalho atendidos em serviços de emergência

OBJETIVO: Estimar o nível de gravidade de acidentes de trabalho e fatores associados.
MÉTODOS: Estudo longitudinal realizado em Salvador, BA, conduzido com todos os 406 casos de acidentes de trabalho atendidos em duas unidades de emergência de hospitais públicos, entre junho e agosto de 2005. Os participantes foram identificados durante a admissão no serviço de emergência e entrevistados mensalmente em suas residências, até o retorno ao trabalho ou finalização do tratamento. A gravidade foi definida com a Abbreviated Injury Scale utilizada para calcular escores do Injury Severity Score. Foram estimadas a letalidade e a mortalidade hospitalar, permanência e internação na unidade de terapia intensiva (UTI). Variáveis descritoras foram sexo, idade, ramo de atividade econômica e ocupação. Empregaram-se proporções, razões...

Influências das condições e organização do trabalho de uma indústria de transformação de cana-de-açúcar na ocorrência de acidentes de trabalho

Este estudo discute a relação entre as condições e a organização do trabalho como elementos que contribuem para a ocorrência de acidentes do trabalho. Os dados foram coletados em uma indústria produtora de açúcar, álcool e derivados, situada no Estado de São Paulo. Para a coleta dos dados utilizamos a observação direta do trabalho e realizamos entrevistas semidirigidas individuais como 22 trabalhadores do setor de produção de açúcar. A produção de açúcar foi indicada pela Equipe de Segurança e Higiene no Trabalho como o setor em que havia a maior ocorrência de acidentes. Por destacar o papel que a relação homem-trabalho desempenha na saúde física e psíquica dos trabalhadores, utilizamos a Psicodinâmica do Trabalho (Dejours, 1994) como referencial teórico para a análise dos dados...

Acidentes registrados no Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Ribeirão Preto, São Paulo

Pesquisa descritiva com abordagem quantitativa, que teve como objetivo investigar a ocorrência de acidentes de trabalho (AT) com exposição a material biológico entre trabalhadores da saúde do município de Ribeirão Preto, São Paulo, registrados no Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) em 2005. Foram registrados através da Comunicação de Acidente de Trabalho 1665 AT (91,7%) e 151 (8,3%) foram diagnosticadas como doenças ocupacionais. Dos 1665 AT registrados, 480 (28,82%) AT vitimizaram trabalhadores das unidades de assistência de saúde e em 53 (31,87%) ocorreu exposição a material biológico. O diagnóstico da situação acidentária ocupacional é relevante para a elaboração de estratégias preventivas pelos serviços de atenção...

31º Encontro Presencial do Fórum Acidentes de Trabalho

Participe do 31º Encontro que terá como tema a saúde e segurança no trabalho da Saúde.

Páginas

Subscribe to RSS - acidente de trabalho