Você está aqui

saúde global

Inovações sem precedentes no mundo do trabalho oferecem “inúmeras oportunidades”, mas os países devem agir para que elas não criem mais desigualdades e incertezas, segundo um novo relatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT) divulgado nesta terça-feira (22).

No dia 21 de fevereiro, o Instituto Sul-Americano de Governo em Saúde (ISAGS-Unasul) receberá a Dra. Asa Cristina Laurell para a conferência “Sistemas Universais de Saúde: objetivos e desafios”. O evento será transmitido pela internet em tempo real e terá um caráter interativo, já que os participantes poderão enviar perguntas e comentários através de nosso portal (www.isags-unasul.org ou no http://aovivonaweb.tv/isags), Twitter e Facebook.

Em seu comentário da semana, Luiz Gonzaga Belluzzo aborda a falta de cobertura correta da mídia brasileira ao desabamento do prédio que abrigava várias unidades manufatureiras em Bangladesh. Para o economista, o incidente, que matou mais de mil pessoas, tem mais significados. O aumento da mão de obra intensiva, do risco que os trabalhadores correm em decorrência às condições precárias do ambiente em que operam, e salários cada vez mais baixos são frutos da unificação dos mercados de trabalho.

Questionário pode ser respondido até amanhã, 28 de maio.

A Organização Mundial de Saúde - OMS e Organização Internacional do Trabalho - OIT, com a colaboração da Fundacentro e da Organização Pan-Americana de Saúde no Brasil e América do Sul, realizam pesquisa sobre os riscos à saúde e segurança dos profissionais da área de saúde durante a pandemia de Covid-19. A coleta de dados ocorre até amanhã, 28 de maio.

Os ministros do Trabalho do Brasil, Brizola Neto; da Argentina, Carlos Tomada; do Uruguai, Eduardo Brenta; e a diretora de Inspeção do Trabalho da Venezuela, Maria Tereza Prieta Torrez, assinaram nesta sexta-feira (30) a Declaração Sociolaboral dos países do Mercosul.

Parte do Projeto Formação em Cidadania para a Saúde, o Curso Capitalismo e Saúde, que já passou pela cidade de Cascavel, agora será ministrado em Ribeirão Preto, de 18 a 20 de maio de 2012. Faça já sua inscrição gratuita!

O Curso irá abordar:

Local: UNESP - Marilia

De 25 a 28 de junho de 2012

Promoção:
RET - Rede de Estudos do Trabalho

Apoio:
Universidade Estadula Paulista "Julio de Mesquita Filho" - UNESP - Marilia
Grupo de Pesquisa "Estudos da Globalização" - GPEG
Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais (Mestrado e Doutorado) - Unesp- Marilia
Departamento de Sociologia e Antropologia - DSA

Inscrições Abertas de 28 de março a 25 de maio de 2012 clique aqui

Com sete edições, o Seminário do Trabalho já se consolidou como um evento de referência para a UNESP – Campus de Marília, por se constituir como um importante espaço de debate crítico e de troca de experiências entre diversos pesquisadores do Brasil e do mundo voltados para as questões pertinentes ao mundo do trabalho, em especial para as situações decorrentes das transformações do capitalismo global.

Alinhado com a missão institucional, e dialogando com as teses aprovadas no VIII Congresso Interno da FIOCRUZ, a vice-presidência de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde (VPAAPS) dá início ao Ciclo de Estudos Saúde e Ambiente, Saúde do Trabalhador e Emergência em Saúde – COVID 19, com o objetivo de contribuir na atualização da produção, disseminação e compartilhamento de conhecimentos e tecnologias em Saúde, Ambiente e Sustentabilidade, voltados para o fortalecimento e a consolidação do Sistema Único de Saúde, a promoção da saúde e a qualidade de vida da população brasileira.

No desafio da integração regional, a linguagem (oral, escrita; a partir de seu aspecto semiótico, não linguístico) ocupa, por suas características funcionais especiais, um lugar insubstituível na estrutura da inter-relação. Nos espaços técnicos, porém, seu papel como ferramenta de comunicação precisa de uma instância prévia de negociação que permita identificar signos com capacidade de se tornar código coletivo.