Você está aqui

saúde auditiva

Objetivo: investigar a presença do fonoaudiólogo na equipe dos Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) do Brasil, sua distribuição e características de sua inserção e das ações desenvolvidas.

Métodos: estudo epidemiológico descritivo que teve como unidades de observação todos os Cerest do País. Dados primários foram coletados por meio da aplicação de questionário ao coordenador do Cerest ou a um representante designado.

Número total de notificações de perda auditiva induzida por ruído (PAIR) e sua estrutura relativa, em determinado espaço geográfico, CBO no ano

O Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP/Fiocruz) convida para a webconferência sobre Protocolo de Distúrbios da Voz Relacionados ao Trabalho que ocorrerá no dia 31 de julho de 2018, das 14 às 15 horas (horário de Brasília- DF).

Esta atividade terá como palestrante Flávia Ferreira de Sousa, fisioterapeuta sanitarista e mestre em saúde coletiva, da Coordenação Geral de Saúde do Trabalhador (CGST/DSAST/SVS/MS)

A Coordenação Estadual do Inad (sigla em inglês para Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído), por meio da equipe do Projeto Ruído, promoverá, no dia 27/4, às 9 horas, no salão internacional da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP), evento alusivo ao Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído, com o objetivo de alertar a população brasileira a respeito dos efeitos da poluição sonora. Neste ano, a temática volta-se para a percepção do ruído na escola trazendo o tema Ruído: a solução está na educação!

Já estão disponíveis para download na Biblioteca Multimídia da ENSP as três edições (10, 11 e 12) de 2014 dos boletins Fonoaudiologia na Saúde do Trabalhador, elaborados pelo Serviço de Audiologia do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana da ENSP e pelo Centro de Referência em Saúde do Trabalhador do Estado do Rio de Janeiro (Cerest/Sesdec-RJ).

Informe do Centro Colaborador PISAT/ISC/UFBA - MS/DSAST/CGSAT de novembro de 2013, edição No. 7, ano III.

OBJETIVO:

Determinar a associação entre distúrbio de voz e estresse no trabalho e perda da capacidade de trabalho entre professoras da rede municipal de São Paulo.

MÉTODOS:

O Serviço de Audiologia do Centro de Estudos em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP) promoverá, na próxima quinta-feira, 13 de fevereiro, a sessão científica Normalização em próteses auditivas. A atividade dará continuidade ao ciclo de palestras Fiocruz/Inmetro. O encontro, destinado a profissionais e estudantes da área de saúde, é gratuito e ocorrerá às 13h30, na sala 41 do Cesteh.
 

Tema: “Quem compartilha o ruído, compartilha perigo”.

Objetivo: Informar, alertar e promover informações sobre as conseqüências da exposição aos riscos ambientais à saúde auditiva e geral do trabalhador.

Participantes: Profissionais da saúde e da rede de saúde, gestores, representantes do controle social e todos os demais profissionais interessados no tema.

Local: Espaço “Maurício Burmester do Amaral”, Auditório do Mercado de Orgânicos, situado no Mercado Municipal de Curitiba (Rua da Paz, 608)

Data 24/004/2013
Horário: 08h00min às 12h00min horas

Já estão disponíveis para download na Biblioteca Multimídia da ENSP as três edições (7, 8 e 9) de 2012 dos boletins Fonoaudiologia na saúde do trabalhador, elaborados pelo Serviço de Audiologia Ocupacional da ENSP e pelo Centro de Referência em Saúde do Trabalhador do Estado do Rio de Janeiro (Cerest/Sesdec-RJ). Os materiais destacam a trajetória histórica do reconhecimento da disfonia como uma doença relacionada ao trabalho, a descrição da portaria que dispõe sobre a atuação do fonoaudiólogo na saúde do trabalhador e o processo de trabalho em telemarketing, além do distúrbio de voz.