Você está aqui

Fundacentro

Tempo estimado para recuperação de capacidade funcional é questionado por pesquisadores

Médicos e pesquisadores da Fundacentro emitiram um parecer sobre a tabela de tempo estimado para recuperação de capacidade funcional baseada em evidências do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Esse estudo foi divulgado pela Previdência Social por meio da Consulta Pública nº 1, de 30 de março de 2012. Nele são fixados dias de afastamento para várias doenças.

Hoje, 28, Dia Internacional de Prevenção às Lesões por Esforços Repetitivos, pesquisadores alertam para a intensificação do trabalho e as mudanças que necessitam ser feitas

No Dia Internacional de Prevenção às Lesões por Esforços Repetitivos, pesquisas realizadas por especialistas da Fundacentro nas diversas áreas do conhecimento, mostram que a LER/DORT é uma doença crônica, invisível, muitas vezes irreversível, e que carece de esforço conjunto de instituições em mudar esse cenário perverso de ocultação da doença.

No dia 04 de junho, no período da manhã (9h30 – 12h), haverá um evento que discutirá casos concretos da tão falada e necessária interinstitucionalidade nas ações em saúde do trabalhador.

Participação:

Professor Rodolfo Vilela - FSP/USP
Procurador Mario Gomes - PRT 15º/Campinas
Coordenador: José Marçal Jackson Filho - FUNDACENTRO/RJ

Local:

Auditório da Fundacentro – SP.

Líderes sindicais estiveram na sede da entidade em São Paulo. Sindicalista diz que com a ausência da entidade na região, trabalhador perdeu a sua referência técnica.

Representantes de mais de 20 sindicatos dos trabalhadores do segmento portuário, químico, indústria, aquaviário e movimentos sociais da Baixada Santista, apresentaram à presidência da entidade na última quarta-feira, documento elaborado e assinado, o qual solicita a retomada das atividades da instituição na região de Santos.

Objetivo:

Discutir dificuldades de implementação de um programa de reabilitação profissional em uma empresa de frigoríficos do interior de Santa Catarina, ramo econômico de grande importância no país, a despeito da participação ativa e do trabalho conjunto do INSS e do Ministério Público do Trabalho.

Data: 18/04/2013

Local: Auditório da Fundacentro. Rua Capote Valente, 710 – Pinheiros - SP - capital
Referência: Metrô Clínicas

A Fundacentro lançou no final de fevereiro a publicação Avaliação Qualitativa de Riscos Químicos. O material apresenta uma ferramenta para avaliar o risco químico e sugere medidas básicas de controle. Pequenas e médias empresas que utilizam esses produtos são o público alvo. O objetivo é que essas substâncias sejam manuseadas com segurança, e a exposição dos trabalhadores controlada.

Pesquisa em parceria com a FUNDACENTRO visa pauta específica para o setor

O Sindicato dos Trabalhadores e Empregados Rurais de Guaraçaí (STER) realizou na última terça-feira, 19 de junho, a apresentação dos resultados do estudo realizado sobre o cultivo da cultura do abacaxi na região.  Maria Cristina Gonzaga, pesquisadora da FUNDACENTRO-SP (Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho) demonstrou os dados referente à pesquisa feita em parceria com o Centro de Referência em Saúde do Trabalho (CEREST-Ilha Solteira), Universidade Federal da Paraíba e Conselho Municipal de Saúde.

Em 28 de maio, a Câmara Municipal de João Pessoa foi palco de audiência pública promovida pela vereadora Sandra Marrocos com o objetivo de apresentar projeto de lei de sua autoria que estabelece ações de prevenção de acidentes do trabalho na construção civil. Pelo texto proposto, a prefeitura só concederá o alvará de construção quando forem apresentados os projetos das proteções coletivas e instalações elétricas necessárias ao desenvolvimento da obra.

O pesquisador Celso Salim, da Fundacentro – entidade de pesquisa ligada ao Ministério do Trabalho e Emprego –, afirmou há pouco que a mineração é o quarto setor da economia com mais acidentes de trabalho no País e o segundo em taxa de mortalidade por acidente de trabalho. Ele participa de audiência pública conjunta das comissões de Legislação Participativa; e de Direitos Humanos e Minoria sobre as condições de saúde e segurança da mineração brasileira.