Você está aqui

CEREST

Centro de Referência de Saúde do Trabalhador

O plenário do Conselho Nacional de Saúde (CNS) aprovou, nesta sexta-feira (15/9), a criação de uma Câmara Técnica para analisar os Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) em todo o país.

A Câmara deverá ser composta por até 20 participantes, com representantes das Comissões Interestaduais de Saúde do Trabalhador (CIST) nacional, estaduais e municipais, da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) e da comunidade científica. O prazo para a implementação deve ser até 45 dias, após a data de aprovação.

Tags: 

Centro teve reconhecidas as ações em prol da saúde dos trabalhadores usuários do SUS

O Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) do Distrito Federal recebeu, em solenidade nesta quinta-feira (31), uma comenda da Ordem do Mérito de Dom Bosco, destinado a agraciar, a cada dois anos, cidadãos e instituições que tenham prestado relevantes serviços à Justiça do Trabalho e, em especial, ao regional, que tem jurisdição sobre o Distrito Federal e o Estado do Tocantins.

Tags: 

O CEREST/Vales (Centro Regional de Referência em Saúde do Trabalhador da Região dos Vales) tem como área de abrangência 68 municípios das regiões dos Vales, estando sediado no município de Santa Cruz do Sul/RS. O Estado do Rio Grande do Sul, desde o ano 2000, possui um sistema próprio de notificações em Saúde do Trabalhador, o SIST/RS (Sistema de Informações em Saúde do Trabalhador). Dessa forma, o CEREST/Vales produz anualmente o Informe Epidemiológico, com base nas notificações.

O Ministério da Saúde, por meio da Coordenação Geral de Saúde do Trabalhador (CGST/DSAST/SVS/MS), é parceiro da Polícia Rodoviária Federal – PRF nos Comandos de Saúde nas Rodovias – CSRs. Ação que alerta os motoristas para o cuidado com a própria saúde, motivando-os a busca pelos serviços de saúde do SUS nos seus municípios de residência, atendendo as orientações recebidas nos CSR, por meio de ações de prevenção desenvolvidas pelo SUS.

O Seminário de Avaliação e Acompanhamento do Curso de Especialização a Distância em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana do Município de São Paulo, promovido pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) e a Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo (SMSSP), teve início nesta terça-feira (10/5), na cidade de São Paulo, e contou com participação do secretário municipal de Saúde (SMS-SP), Alexandre Padilha, e do diretor da ENSP/Fiocruz, Hermano Castro.

O Boletim Estatístico elaborado pelo Instituto Mauro Borges responsável pelas análises estatísticas no Estado e o Cerest Estadual de Goiás, com referência o Guia para Análise da Situação de Saúde do Trabalhador – SUS/Bahia. Traz informações sobre a população trabalhadora do estado, incluindo renda, instrução, grau de risco, setor produtivo, etc.

 

O Centro de Estudo em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (Cesteh/Ensp/Fiocruz/MS) convida para a III Oficina de Formação e Qualificação em Saúde do Trabalhador – diálogo com os atores da prática - com o objetivo de discutir as necessidades de formação e qualificação em Saúde do Trabalhador, apontar as fragilidades e potencialidades do modelo pedagógico adotado atualmente e propor uma reflexão sobre a formação de atores-chaves para os serviços e programas de saúde do trabalhador no país.

Dentre os trabalhos inscritos, foram selecionados quinze, considerando-se três critérios:

  • Vinculação efetiva com as equipes de Atenção Básica
  • Consistência com os objetivos da Diretriz de Vigilância em Saúde do Trabalhador na Atenção Básica
  • Estratégias de operacionalização das ações 

Os seis trabalhos a seguir, melhor avaliados, deverão ser apresentados na modalidade oral.

INSTÂNCIA

EIXO TEMÁTICO

TEMA

Tags: 

A campanha “Não passe do limite – Complete o tanque só até o automático”, contra a contaminação pelo benzeno nos postos de combustíveis de Mato Grosso do Sul, continua. A diretoria do Sindicato dos Empregados em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo de MS – Sinpospetro/MS faz a distribuição de folhetos com orientações sobre o perigo de contaminação por esse e outros produtos, componentes dos combustíveis, que podem causar câncer e outras doenças  tanto em frentistas e funcionários de postos, como também no próprio consumidor.