Você está aqui

curso

O Governo do Paraná e a Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde (Fiotec/Fiocruz) vão promover a partir de 2015 o primeiro Curso de Especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana do Estado. O contrato de prestação de serviços, no valor de R$ 1,2 milhão, foi assinado nesta segunda-feira (15), em Curitiba, pelo secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto.

Sob a farda, um corpo de carne e osso, sujeito a tiros e outras formas de violência, que adoece e envelhece como qualquer um; sob o capacete, uma cabeça que pensa, sente e, às vezes, pifa. Eis o policial, agente do estado que muitas vezes nos acostumamos a ver como um autômato cumpridor de ordens. É ele o foco do curso do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana que começa na próxima segunda-feira (13/10), na ENSP.

Estão abertas as inscrições para diversos cursos da ENSP, na modalidade a distância. Entre as oportunidades estão a Especialização em Gestão de Redes de Atenção à Saúde e o Curso de Especialização Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana, o Curso de Aperfeiçoamento: Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa, e o Curso de Atualização em Fortalecimento de Redes de Atenção e Prevenção à Violência no Território. Ao todo, são 3.600 vagas. As inscrições devem ser feitas pela internet. Confira todos os detalhes nos editais.

Tags: 

Após atuar na qualificação de profissionais em 16 municípios do Estado de São Paulo, a Especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana da ENSP chegou ao principal centro financeiro, corporativo e mercantil do país. As inscrições para o curso a distância na cidade de São Paulo estão abertas até o dia 9 de maio, e o edital está disponível na página da Educação a Distância da ENSP.

A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, por intermédio do Grupo Direitos Humanos e Saúde (Dihs), pretende formar 2400 Agentes de Vigilância para a Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (Renast) nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país. A iniciativa é coordenada pelo pesquisador do Dihs/ENSP Luiz Carlos Fadel, que reuniu representantes das três regiões no final de fevereiro, na ENSP, para definir a coordenação colegiada do projeto.

Estão abertas as inscrições para o III Curso Novos Modelos de Gestão do Trabalho, Saúde Mental e Patologia, do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA). Com carga horária de 22h/aula, o curso inicia em março e segue até junho de 2014, sempre às quartas-feiras, das 19h às 21h15. Entre os temas abordados estão psicodinâmica do trabalho, assédio moral e organizacional e atenção à saúde mental no trabalho. A capacitação tem coordenação do professor do Serviço de Medicina Ocupacional do HCPA Álvaro Roberto Crespo Merlo. Podem se inscrever no curso profissionais e estudantes da área da saúde.

Uma das atribuições da Política Nacional de Saúde do Trabalhador é promover a formação e a capacitação dos profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS). A Escola Nacional de Saúde Pública, como parte integrante da iniciativa, vem atuando na qualificação dos profissionais do SUS, em diversas regiões do país, com a Área Técnica de Saúde do Trabalhador do Ministério da Saúde (CGESAT/SVS).

Seguindo os pressupostos da Educação do Campo - entendida como processo e resultado das contradições e conflitos em que camponeses e trabalhadores rurais estão envolvidos - e da pedagogia da alternância, que respeita a dinâmica de trabalho dos educandos com seus territórios, a ENSP torna pública a seleção para o curso de mestrado profissional em Trabalho, Saúde, Ambiente e Movimentos Sociais.

Com o objetivo de aprofundar conhecimentos e habilidades técnicas em setores específicos do saber, a ENSP está com inscrições abertas para cinco cursos de especialização e dois de atualização em sua grade. Os cursos, que atraem estudantes brasileiros, latino-americanos e dos Países Africanos de Língua Portuguesa (Palops), integram o programa de formação baseado em competências. O programa é percebido como fundamental para o aprimoramento do SUS e o fortalecimento das ações e serviços de saúde nas esferas local, nacional e, cada vez mais, global.

Qualificar profissionais que atuam no SUS para incorporar as relações entre produção, ambiente e saúde às práticas de saúde, de modo a solucionar problemas concretos, considerando o processo produtivo como determinante do processo saúde-doença e da degradação ambiental é o objetivo do curso de especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana da ENSP – na modalidade a distância desde 2006. Atualmente, com cerca de 800 alunos, o curso está sendo ministrado para 14 municípios do estado de São Paulo.