Você está aqui

Biblioteca

A implantação de ações de vigilância em saúde do trabalhador desenvolvidas a partir do setor saúde no país é recente. Esse processo é desencadeado por grupos institucionais localizados em vários pontos do Brasil e resulta em uma gama de experiências distintas, voltadas para esse tema. Esse processo é desencadeado por grupos institucionais localizados em vários pontos do Brasil e resulta em uma gama de experiências distintas, voltadas para esse tema. As diferenças observadas estão relacionadas às potencialidades regionais, que giram em torno da força e qualidade da organização dos trabalhadores quanto às questões de saúde e, em termos institucionais, dependem das políticas regionais e da estrutura organizacional, da capacidade instalada, da qualidade dos profissionais envolvidos e de influências advindas das instituições acadêmicas. Este artigo vida expor e contextualizar os diferentes cenários do processo em vigilância do trabalhador.

Este informativo é fruto de estudo referente ao Edital de Chamamento Público no 020/2013 – Estudos e Pesquisas Aplicadas em Vigilância em Saúde, da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS)/Ministério da Saúde (MS).

O objetivo do estudo foi elaborar análise descritiva dos acidentes de trabalho e das mortes deles decorrentes ocorridos no entorno de grandes empreendimentos, como o Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj). 

Apresentação do Dr. Luis Carlos Fadel de Vasconcelos, do Grupo de Direitos Humanos em Saúde Helena Besserman (GDIHS/ENSP/Fiocruz) na primeira mesa do Fórum de Saúde do Trabalhador do Município do Rio de Janeiro, promovido pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca e a Rede de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador no Município do Rio de Janeiro, dia 31 de maio de 2010, no auditório térreo da ENSP.

The European Working Conditions Survey is a large-scale, European cross-national, longitudinal survey research programme and is designed to investigate and describe working conditions, the extent of and changes in the workforce and the quality of work.

1. Survey type

  • Cross-national
  • Longitudinal, with waves in 1991, 1996, 2000/2001 and 2005
  • Representative national samples, ≥ 15 years of age
  • Single core questionnaire (no varying modules, but the extent of the questionnaire enlarges with every wave)

2. Participating countries

O livro VII do Anuário do Sistema Público de Emprego, Trabalho e Renda, elaborado pelo DIEESE, apresenta um panorama de informações que pretendem mostrar o universo e a evolução dos desligamentos e afastamentos ocasionados por acidentes de trabalho ou doenças ocupacionais no Brasil, além de identificar os motivos para tais.

O projeto Vidas Paralelas é uma ação inovadora no campo da cultura e da saúde do trabalhador brasileiro. A sua realização busca revelar o cotidiano do trabalho pelas lentes de representantes das diferentes categorias de trabalhadores e trabalhadoras no Brasil, por meio da construção de uma consciência crítica e reflexiva sobre a temática da saúde e cultura.

A formação em Saúde do Trabalhador na perspectiva da Saúde Coletiva: aspectos políticos, teóricos e metodológico estiveram em debate no 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva (Abrascão 2018).

O benzeno é reconhecido como cancerígeno pela OMS, especialmente para tumores do sistema hematopoiético sendo amplamente utilizado em diversos processos produtivos, como na exploração de petróleo e na indústria petroquímica, e é subproduto de várias indústrias químicas dentre outras. Porém, a escassez de informações sobre exposições em ambientes de trabalho tem levado ao uso crescente de matrizes de exposição ocupacional (MEO), instrumentos que permitem calcular ou projetar estimativas, como o número de expostos e a prevalência de exposições, com base em dados parciais e em outros contextos. Assim, este artigo apresenta o resultado de um estudo utilizando esta matriz para calcular a exposição ocupacional a este composto, no Brasil, no ano de 2010.

Tag: 

As dermatoses ocupacionais representam parcela ponderável das doenças profissionais. Este documento tem o objetivo de fornecer um panorama das dermatoses mais comuns seja estas causadas por agentes físicos, químicos e biológicos decorrentes da exposição ocupacional e das condições de trabalho que são responsáveis por desconforto, dor, prurido, queimação, reações psicosomáticas e outras que geram até a perda do posto de trabalho.

Subscrever