atenção primária

Pesquisa aborda violência no trabalho em unidades básicas de saúde

Pesquisa desenvolvida a partir de protocolo de pesquisa proposto pelo Joint Programme on Workplace Violence in the Health Sector, realizado por um grupo de pesquisadores centro regional da Fiocruz em Minas Gerais e a Puc-Minas Campus São Gabriel.

O projeto teve financiamento do CNPq, sendo desenvolvido no período de 2004 a 2006. Participaram do do estudo trabalhadores de unidades básicas de saúde de um distrito sanitário de belo horizonte.

 

Contribuição ao processo da capacitação dos Agentes Comunitários de Saúde para o desenvolvimento de ações de Saúde do Trabalhador

O presente estudo busca a construção do perfil de competência requerido aos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) para o desenvolvimento de ações de Saúde do Trabalhador (ST), em sua prática de trabalho cotidiano.

Percepção dos Profissionais de Nível Superior da Atenção Primária Quanto ao Desenvolvimento de Ações de Saúde do Trabalhador no SUS em Minas Gerais

Introdução: Até hoje, as propostas de capacitação em Saúde do Trabalhador para a Atenção Primária das quais se tem registro no Brasil foram pensadas a partir da perspectiva de técnicos da área. Entretanto, para que a formação em saúde cumpra seu papel, de acordo com as premissas da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde, é preciso conhecer as necessidades e o que pensam estes profissionais. Objetivo: Identificar a percepção dos profissionais de nível superior que atuam na atenção primária em Minas Gerais quanto ao desenvolvimento de ações de saúde do trabalhador no SUS.

O trabalho domiciliar e sua relação com a saúde do trabalhador: uma revisão da literatura brasileira no período de 2000 a 2009

No contexto da globalização, o trabalho domiciliar está incorporado ao processo brasileiro de reestruturação produtiva e necessita ser desvendado. Para ampliar esse conhecimento, realizou-se uma revisão integrativa da literatura nacional, por meio das bases de dados LILACS e SCIELO, relativa ao período de 2000 a 2009, sobre o trabalho domiciliar, as condições em que ele acontece e suas repercussões na saúde dos trabalhadores, com o propósito de contribuir para o desenvolvimento de ações de vigilância em saúde para esta categoria de trabalhadores.

Projeto apóia o desenvolvimento de ações de Saúde do Trabalhador na Atenção Primária à Saúde

Diariamente, uma importante parcela dos usuários atendidos pelo SUS apresentam agravos cuja relação com trabalho não é estabelecida. Com o objetivo de garantir a promoção, prevenção, vigilãncia e assistência à Saúde do Trabalhador no SUS, em 2002 foi instituída a Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (RENAST). Em 2006, o “Pacto pela Saúde” definiu a Atenção Primária à Saúde como o centro ordenador das redes de atenção à Saúde.

Desenvolvimento de ações de Saúde do Trabalhador na Atenção Primária à Saúde

Relatório técnico-científico encomendado pela Coordenação Geral de Saúde do Trabalhador do Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador (DSAST) da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), a fim de orientar a construção da Política de Saúde do Trabalhador e Saúde Ambiental na rede de Atenção Primária à Saúde no SUS.  

Decreto nº 7.508, de 28 de junho de 2011

Regulamenta a Lei no 8.080, de 19 de setembro de 1990, para dispor sobre a organização do Sistema Único de Saúde - SUS, o planejamento da saúde, a assistência à saúde e a articulação interfederativa, e dá outras providências.

Caderno do módulo de capacitação em Saúde do Trabalhador para a Atenção Básica

A presente publicação tem por objeto capacitar profissionais de saúde que atuam na atenção básica, especialmente as equipes de saúde da família. Nesse sentido, pretende-se que seja incorporado à prática desses profissionais a área de Saúde do Trabalhador, qualificando-os para considerar a relação entre o trabalho e o processo saúde-doença no desenvolvimento de suas ações, de acordo com os princípios de regionalização e descentralização.

Saúde ambiental e saúde do trabalhador na atenção primária à saúde, no SUS: oportunidades e desafios

O texto busca contribuir para a discussão dos entrecruzamentos entre os campos da saúde ambiental e da saúde do trabalhador, referenciada no cenário brasileiro das relações produção/trabalho, ambiente e saúde e nas mudanças na organização do SUS, com destaque para o papel da atenção primária à saúde (APS), e se destina a contribuir para as discussões no processo de preparação da 1ª Conferência Nacional de Saúde Ambiental (1ª CNSA), prevista para ser realizada em dezembro de 2009.

Cadernos de Atenção Básica n.5 - Saúde do Trabalhador

Esta publicação é parte do esforço do Ministério da Saúde voltado à reorganização da atenção básica de saúde no País, a partir da qual é possível regionalizar e hierarquizar as ações e serviços, provendo assim o acesso integral e equânime da população brasileira ao atendimento de que necessita. Prestada de forma resolutiva e com qualidade, a atenção básica éapaz de responder à maioria das necessidades de saúde.

Páginas

Subscribe to RSS - atenção primária