Lançamento do Dicionário de Saúde e Segurança do Trabalhador em Brasília

O Dicionário de Saúde e Segurança do Trabalhador em Brasília: conceitos  - definições - história - cultura será lançado em Brasíla no proximo dia 16 de abril às 17 horas na "Casa do Professor" - Centro Cultural da ADUnB.

Trata-se uma obra coletiva que reúne 522 autores do Brasil, de outros países da América Latina e de outros continentes. Única no gênero – pela temática, pela qualidade e quantidade dos autores e autoras – a obra enfoca as grandes questões das relações entre o Trabalho e a Saúde, atualmente marcadas por uma deterioração dos ambientes e condições de trabalho – de um lado - e pela complexidade dos impactos sobre a saúde dos trabalhadores e trabalhadoras, sobre a sociedade e sobre o meio ambiente, de outro.

O perfil multiprofissional e multidisciplinar dos 522 autores é o espelho exato do público-alvo:

Profissionais de Saúde e Segurança no Trabalho (SST): médicos sanitaristas e médicos do trabalho; engenheiros de segurança do trabalho e meio ambiente; enfermeiros e técnicos de enfermagem; assistentes sociais, psicólogos, psicanalistas e psiquiatras; técnicos e tecnólogos de segurança do trabalho; ergonomistas; higienistas ocupacionais; fonoaudiólogos; fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais; odontólogos e outros.

  • Profissionais de gestão de pessoas.
  • Consultores, administradores, gestores e especialistas em Engenharia de Produção.
  • Operadores do Direito do Trabalho (magistrados, procuradores e advogados).
  • Lideranças, dirigentes e assessorias sindicais de trabalhadores. 
  • Gestores de Saúde do Trabalhador do SUS;
  • Cientistas sociais, pesquisadores, professores e alunos de graduação e pós-graduação.
  • Poetas, filósofos e sonhadores utópicos.

Enfim, todas as áreas que focam o Trabalho, a Saúde, e as relações entre ambos, comprometidos com a Equidade, a Justiça Social, o Desenvolvimento Humano ético e sustentável, e que respeitam e valorizam os princípios da Precaução; da Responsabilidade (Hans Jonas); da Esperança (Ernst Bloch), e acreditam na construção de “um outro mundo possível”, aqui e agora.

São 1.236 verbetes temáticos, biográficos, institucionais e de relatos de ‘cases’ históricos e emblemáticos, no Brasil e no mundo. Doravante, indispensável ferramenta de trabalho técnico-científico; obra de referência obrigatória; fonte inesgotável de debate e reflexão na atual sociedade latino-americana e brasileira; subsídio para a luta por um mundo melhor para todos, especialmente para e pelos que o constroem pelo Trabalho, sendo, contudo, os que menos têm voz e vez. Daí, ser, intencionalmente, um Dicionário com propósito!

O Dicionário tem 1.280 páginas, e estará disponível, a partir de 20 de março, nas versões impressa e digital. Organização do Prof. René Mendes (São Paulo) e produção da Proteção Publicações (Novo Hamburgo/RS).