Você está aqui

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz

Uma epidemia, como a COVID-19, implica em uma perturbação psicossocial que pode ultrapassar a capacidade de enfrentamento da população afetada. Pode-se considerar, inclusive, que a população total do país sofre um impacto psicossocial em diferentes níveis de intensidade e gravidade.

Estão abertas, até o dia 30 de novembro, as inscrições para o curso de especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana na modalidade a distância – uma parceria da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP) com a Área Técnica de Saúde do Trabalhador do Ministério da Saúde (CGSAT/DSAST/SVS). O curso visa à formação de profissionais para apoiar a implementação das ações de saúde do trabalhador no Sistema Único de Saúde (SUS), com ênfase na Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador.

Está prevista a criação de um modelo epidemiológico previdenciário de vigilância que seja comunicável com a sala de monitoramento

Da Redação (Brasília) – O Ministério da Previdência Social (MPS), em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), irá montar o Observatório Nacional de Saúde do Trabalhador.

Saúde do trabalhador: novas referências é o tema da 15ª edição do Centro de Estudos da ENSP em 2012. Para debater o assunto, no dia 21 de novembro, às 14 horas, a atividade contará com a participação do coordenador-geral de Monitoramento do Benefício por Incapacidade do Ministério da Previdência Social (MPS), Paulo Rogério Albuquerque de Oliveira, e do pesquisador da ENSP, Paulo Sabroza. A coordenação do Ceensp será feita pela pesquisadora do Instituto de Pesquisas Clínicas Evandro Chagas (Ipec/Fiocruz), Élida Hennington.

Atua no desenvolvimento de projetos estratégicos de apoio à cooperação técnica para o desenvolvimento institucional, relacionados à vigilância em saúde ambiental e à saúde do trabalhador, na perspectiva da promoção da saúde.

Executa ações de pesquisa, ensino e capacitação, nos campos de:

De 11 de novembro a 3 de janeiro de 2020, estarão abertas as inscrições para o Curso de Especialização Lato Sensu em Saúde do Trabalhador. O curso será oferecido na modalidade presencial pelo Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana, da Escola Nacional de Saúde Pública, com o objetivo de oferecer capacitação para o planejamento, a organização e a avaliação das ações na Área de Saúde do Trabalhador na perspectiva de integrar teoria e prática por meio da reflexão, discussão e investigação dos problemas que envolvem a relação Saúde/Trabalho/Ambiente.

O Grupo de Ensino em Epidemiologia do Câncer (GEPEC/RJ) o Telessaúde UERJ convidam para o seminário online interativo que ocorerrá na terça-feira, dia 19 de fevereiro, de 14 às 16 horas.

O evento contará com o Médico Sanitariasta Carlos Fadel de Vasconcellos, pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz, e de Fatima Sueli Neto Ribeiro, Professora da UERJ e Coordenadora do GEPEC/RJ.

O seminário poderá ser acompanhado ao vivo no site do Telessaúde RJ.

Este curso fornece informações sobre o que os serviços de saúde devem fazer para estar preparados para responder no caso de surgimento de um vírus respiratório, como o novo coronavírus. Como identificar um caso e como aplicar adequadamente as medidas de prevenção e controle para garantir que não resultem em mais infecções entre os profissionais de saúde e pacientes. O curso foi produzido pela Organização Mundial da Saúde e traduzido para o português pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) e está sendo ofertado e certificado pela Fiocruz Brasília.

Carga horária: 5 horas

As relações desumanas de direito, saúde, dignidade e trabalho, sob as quais os trabalhadores do agronegócio da cana-de-açúcar estão submetidos no corte da cana e nas usinas canavieiras, foram expostas durante a sessão científica do Grupo Direitos Humanos e Saúde da ENSP, na quinta-feira (3/5). A atividade marcou o lançamento do documentário Conflito, dirigido por José Roberto Novaes, e comoveu o público pela dura realidade e alta exploração do trabalho, a partir do depoimento da diretora da Federação dos Empregados Rurais Assalariados do Estado de São Paulo (Feraesp), Carlita da Costa.

Com o objetivo de aprofundar conhecimentos e habilidades técnicas em setores específicos do saber, a ENSP está com inscrições abertas para quatro cursos de especialização em sua grade. Os cursos, que atraem estudantes brasileiros, latino-americanos e de países africanos de língua portuguesa (Palops), integram um programa de formação baseado em competências, que vem se mostrando fundamental para o aprimoramento do SUS e o fortalecimento das ações e serviços de saúde nas esferas local, nacional e, cada vez mais, global.