Você está aqui

Trabalhadores da construção civil e obras públicas (715)

Código: 
715
Nível: 
Subgrupo

Informações no sistema

Período: 2.007 a 2.018
Número total de vínculos (RAIS): 23.703.988
Número total de vínculos com afastamento (RAIS): 1.220.221
Número total de vínculos com afastamento por doença (RAIS): 955,930
Número total de vínculos com afastamento relacionado ao trabalho (RAIS): 195.144

Baseando-se em dados divulgados pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) para trabalhadores segurados entre 2000 e 2007, verifica-se que o número de óbitos por acidente de trabalho (AT) decresceu nesse período, passando de 3.094 óbitos em 2000 para 2.804 em 2007, queda de 9,3%. Isso ocorreu tanto para os homens (8,2%) como entre as mulheres (25,1%). O coeficiente de mortalidade por acidentes de trabalho, (CM-AT), também chamado de taxa de mortalidade anual, se reduziu (42,9%) caindo de 17,5x100.000 para 10,0x100.000 trabalhadores segurados (Figura 1).

MINISTÉRIO DA ECONOMIA
Secretaria Especial de Previdência e Trabalho
Secretaria de Trabalho
Subsecretaria de Inspeção do Trabalho
OFÍCIO CIRCULAR SEI nº 1247/2020/ME
Brasília, 14 de abril de 2020.

O CEREST Missões, com sede no município de Ijuí/RS, realiza nos dias 12 e 13 de setembro a IV Jornada em Saúde do Trabalhador com o tema Prevenção de Riscos na Construção Civil.

O evento acontecerá no Salão de Atos da Unijuí.

O CEREST de Santo Antonio de Jesus estará realizando hoje, dia 08 de maio,  o Seminário de Saúde do Trabalhador na Construção Civil com o tema: CEREST SAJ Alerta: Saúde e Segurança em alta. O evento está previsto para às 13:30, no Hotel Ilha Bela e tem como principal objetivo instruir os trabalhadores da contrução civil e fomemtar a discussão sobre os  riscos de acidentes e doenças ocupacionais dessa categoria.

Programação:

13:00 – Credenciamento

13:30 – Abertura

13:45 – Palestra sobre Doenças Ocupacionais

O Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) em Uberaba, no Triângulo Mineiro, começou nessa terça-feira (6) um curso preventivo para trabalhadores da construção civil. O objetivo é capacitar os profissionais e prevenir os acidentes de trabalho nas obras. “As principais causas de acidente são queda de altura, choque elétrico, soterramento e transporte de trabalhadores. Estamos tentando levantar as causas, o que acontece e qual seriam as medidas corretivas”, explicou o tecnologista da Fundacentro, Paulo César de Souza.

A pesquisa teve como objetivo estudar as estratégias e redes sociais utilizadas por trabalhadores informais em situações de infortúnio. Foram entrevistados dezesseis trabalhadores da construção de edificações de São Carlos (SP). Procuramos entender como esses trabalhadores lidam com a perda da capacidade de trabalho diante do contexto de precariedade e como percebem tais situações. As análises qualitativas apontam que a maior parte dos entrevistados encontra dificuldades financeiras para adquirir formas privadas de proteção.

Devido  às inúmeras notificações de acidentes do trabalho  nas atividades da construção civil, inclusive com óbitos, a Diretoria de Vigilância em Saúde do município de Suzano (SP) e o CEREST Regional de Guarulhos realizarão em 02/07/2013 das 09h00min às 11h00min,  uma palestra sobre “Saúde e segurança do trabalho em construção civil”