Cerest/DF se destaca nas ações de notificação e vigilância em saúde do trabalhador

O Centro Distrital de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest-DF) atua como centro articulador e organizador das ações em Saúde do Trabalhador no Sistema Único de Saúde do DF, apoiando a efetiva implementação da Política Nacional da Saúde do Trabalhador e Trabalhadora (PNSTT).

Nesse sentido, a Diretoria do Cerest-DF, na gestão da Dra. Cláudia Magalhães, vem trabalhando na consolidação desse serviço, sobretudo como órgão de suporte técnico para a Rede de Atenção à Saúde e demais parceiros, por intermédio de ações de promoção, prevenção e vigilância em saúde do trabalhador.

O Cerest-DF se destacou no ano de 2015 por importantes inovações nas ações relacionadas à participação social, educação permanente, aperfeiçoamento dos processos de trabalho da Diretoria, gestão democrática e participativa, informação e comunicação. Vale ressaltar que as diversas ações desenvolvidas culminaram em mais de 2000 notificações de agravos relacionados ao trabalho, proporcionando a análise epidemiológica da população trabalhadora do DF.

Principais ações implementadas pela Diretoria do Cerest-DF em 2015:

Participação social

  • Implementação de agenda técnica de temas de Saúde do Trabalhador na Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador (CIST);
  • Aprovação de proposta de criação de Núcleos Regionais de Vigilância em Saúde do Trabalhador nas Regiões de Saúde (NRVISAT) onde não há Cerest Regional, tanto na 9ª Conferência de Saúde do Distrito Federal, quanto na CIST e no Conselho de Saúde do Distrito Federal (CSDF);
  • Envolvimento dos representantes dos trabalhadores nos projetos das diferentes áreas de atuação do Cerest-DF.

Educação permanente

  • Implantação de Reunião Científica quinzenal - “Café com Informação”, que aborda temas relacionados à Saúde do Trabalhador;
  • Realização de oficina com a Coordenação Geral de Saúde do Trabalhador do Ministério da Saúde e seus apoiadores;
  • Elaboração e acompanhamento do processo de aquisição de cursos de capacitação em Vigilância em Saúde do Trabalhador;
  • Aprovação, no âmbito da Universidade de Brasília, de Projeto de Extensão com implementação de novas ações acadêmicas no Cerest-DF;
  • Destaque nacional para o Programa de Vigilância dos Agravos de Pele Relacionados ao Trabalho (Vigipele), com a produção de vídeo institucional realizado pelo Tribunal Regional do Trabalho 10ª Região;
  • Realização de Curso de Formação de Multiplicadores sobre o Programa Vigipele, para servidores que atuam na saúde do trabalhador no Estado do Ceará;

Aperfeiçoamento dos processos de trabalho

  • Reformulação dos projetos executados pelo Cerest-DF, visando a elaboração de metas e indicadores passíveis de avaliação e monitoramento;
  • Revisão da ficha nacional utilizada nos eventos “Comandos de Saúde nas Rodovias”, para avaliar as condições de saúde do trabalhador caminhoneiro, com a participação do Ministério da Saúde;
  • Criação da força-tarefa para notificação compulsória de agravos relacionados ao trabalho, visando o alcance da meta estabelecida no Plano Plurianual 2012-2015;
  • Implantação de inspeções de ambientes e processos de trabalho, em parceria com a Diretoria de Vigilância Sanitária/SVS/SESDF, Superintendência Regional de Trabalho e Emprego, órgão do Ministério do Trabalho e Previdência Social e Universidade de Brasília;
  • Aprovação da transferência da área territorial de abrangência do Cerest Regional Norte para a Região Sudoeste, corrigindo um equívoco epidemiológico ocorrido desde a sua habilitação pelo Ministério da Saúde;
  • Acompanhamento do cumprimento da Portaria n° 199/2014, que trata da elaboração das escalas de serviços e registro diário de ponto, no âmbito da Secretaria de Saúde do DF.

Gestão democrática e participativa

  • Criação do Comitê Gestor da Diretoria do Cerest-DF, visando a democratização das decisões estratégicas;
  • Implantação de reuniões quinzenais com a equipe de trabalho, para debates e ajustes necessários nas práticas desenvolvidas a partir dos princípios e diretrizes da Política Nacional de Saúde do Trabalhador e Trabalhadora.

Informação e comunicação

  • Participação na elaboração da “Cartilha Saúde do Motorista Profissional do Transporte Coletivo Rodoviário Urbano de Passageiros”, do Comitê Interinstitucional de Promoção da Segurança e Saúde do Trabalhador em Transporte Rodoviário do Distrito Federal – CISTRANS;
  • Elaboração de Boletins Epidemiológicos sobre Acidentes de Trabalho e Acidentes com Material Biológico, em parceria com a Universidade de Brasília;
  • Divulgação, nas mídias sociais da SES/DF, das ações desenvolvidas pelo Cerest-DF, em 2015.

Desta forma, é possível verificar que o trabalho desenvolvido representa um grande avanço na busca pela excelência do serviço público prestado pela Secretaria de Estado de Saúde do DF.   

Vale ressaltar que, apesar dos grandes desafios enfrentados pela Diretoria do Cerest-DF, que vão desde a gestão de pessoas até a articulação intra e intersetorial, é possível, com seriedade e comprometimento, unir esforços objetivando uma aproximação dos anseios da sociedade.