Você está aqui

Territórios saudáveis e sustentáveis: contribuição para saúde coletiva, desenvolvimento sustentável e governança territorial

Este ensaio é uma contribuição ao debate teórico-metodológico para o desenvolvimento de territórios saudáveis e sustentáveis. Aborda conceitos já incorporados à saúde coletiva e a outras das ciências humanas e sociais. A construção e a aplicação do conceito de territórios saudáveis e sustentáveis remetem a análise das ações desenvolvidas por instituições de ciência e tecnologia, pesquisa e ensino, movimentos sociais, organizações não-governamentais e governamentais. Exigem ainda pensar como ocorre o envolvimento de múltiplos atores que atuam nos territórios. Na saúde pública, esses conceitos foram incorporados e já norteiam as políticas de Atenção e Vigilância e de Promoção da Saúde do Sistema Único de Saúde. Nessa perspectiva, o objetivo deste ensaio, a partir de reflexões e experiências com pesquisa-ação na região do semiárido para ativação de redes de governança participativa locais e regionais, é o de avançar na definição conceitual e na proposição de estratégias para o desenvolvimento territorial saudável e sustentável, considerando a ação local, o fortalecimento de processos de governança, a avaliação sistêmica dos impactos das políticas públicas regionais e o acompanhamento da Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável da ONU. 

Palavras-Chave: Territórios Saudáveis e Sustentáveis, saúde coletiva, saúde ambiental, Agenda 2030. 

Healthy and Sustainable Territories: contribution to collective health, sustainable development and territorial governance

ABSTRACT: This essay is a contribution to the theoreticalmethodological debate for the development of healthy and sustainable territories. It addresses concepts that are already incorporated into collective health and other human and social sciences. The construction and putting into practice of healthy and sustainable territories concept refer to the analysis of planned and executed actions by science and technology, research and teaching institutions, social movements,
non-governmental and governmental organizations. It urges to think about how the involvement of multiple actors occurs in the territories. In public health, these concepts were incorporated and have already guided Unified Health System (SUS) Surveillance, Health Care and Health Promotion policies. From this perspective and based on analyses and experiences with action-research in the semi-arid region for the activation of local and regional participatory governance networks, the objective of this essay is to advance in the conceptual definition and to propose healthy and sustainable territorial development strategies, considering local actions, the strengthening of governance processes, the impact of systemic evaluation policies and the monitoring of the UN 2030 Agenda for Sustainable Development. 

Key Words: Sustainable Healthy Territories, collective health, environmental health, 2030 Agenda.

Referência bibliográfica: 

Territórios saudáveis e sustentáveis: contribuição para saúde coletiva, desenvolvimento sustentável e governança territorial. Machado, Jorge Mesquita Huet; Martins, Wagner de Jesus; Souza, Maria do Socorro; Fenner, André Luiz Dutra;    Silveira, Missifany; Machado, Aletheia de Almeida Machado. Comun. ciênc. saúde; 28(2): [243-249], abr., 2017