Você está aqui

Por um fio: pesquisador comenta crescimento dos acidentes com motos no Brasil

Nas propagandas e nos filmes, a moto é um símbolo de liberdade: vento no rosto, velocidade, agilidade. Mas a vida real tem mostrado que o preço de se locomover e trabalhar sobre duas rodas é alto. Entre 2008 e 2013, o número de internações por acidentes com motocicletas aumentou 115% no Brasil. Prioridade para o transporte rodoviário, incentivos ao consumo, cidades engarrafadas e a pressa do cotidiano estão entre os fatores que motivaram o aumento da frota de motos no país e, consequentemente, dos acidentes.

Essa semana, no dia 27 de julho, foi celebrado o Dia do Motociclista. A data foi uma oportunidade para se refletir sobre o crescente número de mortos e acidentados, os impactos que isso vem causando na economia e no Sistema Único de Saúde e, principalmente, sobre os rumos de uma sociedade que prioriza o lucro em vez da vida.

Para falar desse assunto,  o Informe ENSP ouviu o pesquisador Francisco Pedra, do Cesteh/ENSP. Confira, no vídeo, a entrevista.

Fonte: Informe ENSP, 29/07/2016