Você está aqui

Avaliação do nível de conhecimento e adesão às precauções-padrão e da Norma Regulamentadora (NR-32) entre os médicos de um hospital público universitário, Brasil

Tipo: 
Artigo

O Brasil é o primeiro país do mundo a ter uma norma de ampla abrangência (NR-32) que enfatiza a proteção dos trabalhadores de saúde expostos a riscos biológicos. Este estudo avaliou o grau de conhecimento da Norma NR-32, o nível de conhecimento e adesão às precauções padrão. Estudo transversal foi realizado com 208 profissionais selecionados aleatoriamente, sendo 93 médicos residentes e 115 médicos, em um Hospital Universitario brasileiro. As informações foram coletadas mediante entrevista e/ou preenchimento de questionário semiestruturado dividido em três domínios: conhecimentos da norma, conhecimentos em biossegurança e adesão às precauções padrão. Para avaliar a consistência interna das escalas de conhecimento e adesão, utilizou-se o alfa de Cronbach, considerando-se concordância excelente para valores maiores que +0,75. Regressão linear multivariada foi utilizada para avaliar os fatores preditores da adesão à NR-32, biossegurança e precauções padrão. A média de conhecimento sobre a Norma NR-32 foi 2,2 (± 2,02) pontos (mínimo 0 e máximo 7 pontos,). A média mínima esperada foi de 5,25 pontos. A média de conhecimento em biossegurança foi de 12,31 (± 2,10) (mínimo 4 e máximo 16 pontos). Foi esperada uma média mínima de 12,75 pontos. A média de adesão às precauções padrão foi de 12,79 (± 2,6) pontos (mínimo 6 e máximo 18). A média mínima esperada foi de 13,5 pontos. A média individual para o uso de luvas, máscara e óculos durante procedimentos e o não reecape de objetos perfurocortantes foi de 2,69, 2,27, 1,20 e 2,14, respectivamente. Os fatores associados ao conhecimento da NR-32 foram: maior conhecimento para quem estudou em universidade pública e quem tem conhecimento sobre biossegurança. O conhecimento da Norma NR-32 foi baixo, mas o nível de conhecimento em temas de biossegurança foi bom. A adesão às precauções-padrão em geral foi aceitável, mas foi baixa para algumas precauções avaliadas.

Palavras-chave : Regulamentação Governamental (NR-32); Precauções universais; Fidelidade a diretrizes; Conhecimento; Saúde do trabalhador; Exposição a agentes biológicos.

Referência bibliográfica: 

LA-ROTTA, Ehidee Isabel Gomez; GARCIA, Clerison Stelvio; SANTOS, Amanda Ferreira dos; VIEIRA, Gabriela Mazzarolo Marcondes; CARNEIRO, Mariângela. Evaluation of the level of knowledge and compliance with standart precautions and the safety standard (NR-32) amongst physicians from a public university hospital, Brazil = Avaliação do nível de conhecimento e adesão às precauções-padrão e da Norma Regulamentadora (NR-32) entre os médicos de um hospital público universitário, Brasil. Rev. Bras. Epidemiol., [São Paulo], v. 16, n. 3, p. 786-797, [set.] 2013. Artigo em inglês. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2013000300021. Acesso em: 26 nov. 2018.