Realização de Ação saúde do caminhoneiro pelo CEREST Cacoal/RO

Atualizado em:

segunda-feira, 12 Dezembro, 2016 - 13:28

No dia 30 de novembro de 2016, a Equipe do CEREST Regional Cacoal, realizou ação de Vigilância em Saúde do Trabalhador em conjunto com a polícia rodoviária federal e, parceiros os quais serão subscritos abaixo, no trecho Br. 364, entre os municípios de Cacoal e Pimenta Bueno, foi realizado na 2ª edição “Projeto Saúde do Caminhoneiro.

Durante o evento foram realizadas abordagens aos caminhoneiros que trafegam na BR 364, ocasião que foram oferecidos os serviços disponibilizados a todos os trabalhadores caminhoneiro

A presente ação, realizada pelo CEREST atende a Constituição da República Federativa do Brasil no seu Art. 200 - Ao Sistema Único de Saúde, compete, além de outras atribuições, nos termos da lei:8080/1990 II - executar as ações de vigilância sanitária e epidemiológica, bem como as de saúde do trabalhador; ... VIII - colaborar na proteção do meio ambiente, nele compreendido o do trabalho; bem como incluso na portaria 1823/12, e  na Lei Estadual 1760/07 e que busca dentro de sua ação verificar possível situação de risco a saúde e a integridade física do trabalhador exposto e posteriormente visa com essa ação de VISAT recomendar melhorias das condições de trabalho caso sejam identificadas irregularidades de acordo com a legislação vigente.

Para tanto, todos os caminhoneiros abordados, voluntariamente se dispôs a realização dos procedimentos colocados a disposição, dentre eles; teste rápido (HIV/AIDS), PSA, exame de glicemia, aferição de pressão arterial, orientação com fisioterapeuta, odontólogos e vídeos educativos.

          O presente projeto tem como fundamento ação de vigilância em saúde do trabalhador e, para feitura do presente contou-se com a força de trabalho de 28 servidores, sendo 7 policiais rodoviários federais, e 21 servidores da rede pública da secretaria municipal de saúde de Cacoal (CEREST/ LACLIN/CÉO/CENTRO DE SAUDE NOVA ESPERANÇA) e, 02 vacinadores da secretaria municipal de saúde do município de Pimenta Bueno, além de contar com apoio de parcerias da iniciativa privada realizando exames de glicemia, a empresa JN SEGURANÇA DO TRABALHO e a instituição de ensino superior FANORTE contribuiu com auxilio na realização das coletas de PSA com estagiárias.

        Ao ser abordados os caminhoneiros, os policiais federais, relatava a ação realizada e por livre iniciativa o caminhoneiro se disponibilizava para participar do projeto.

       Durante o período foram atendidos 100 caminhoneiros, das mais variadas localidades do Brasil, dentre eles 90 realizaram procedimentos médicos com teste rápido, exame de glicemia. Sendo que 30 realizaram PSA, destes 44 realizaram teste ergométrico. Todos foram aferidos a pressão arterial, sendo que foram constatados 30 caminhoneiros com pressão alta. Os dados encontrados no evento, por intermédio das amostras apresentada de caminhoneiro com pressão arterial elevada, demonstra que saúde do trabalhador caminhoneiro causa preocupação as autoridade de saúde pública, considerando que  correspondem a 30% dos atendidos no evento.

     Houve avaliação da saúde bucal e palestras preventivas como o cinema rodoviário instalado no local pela policia rodoviária federal.