CEREST Cacoal realiza em Parceira com a Polícia Rodoviária Federal 4° Edição de Projeto Saúde do Caminhoneiro

Atualizado em:

quarta-feira, 6 Dezembro, 2017 - 14:33

O Centro de Referência em Saúde do Trabalho (CEREST) regional Cacoal realizou no dia 30 de novembro de 2017 em conjunto com a PRF (Policia Rodoviária Federal) de Pimenta Bueno e demais parceiros (Prefeitura Municipal de Cacoal – SEMUSA, Prefeitura Municipal de Pimenta Bueno, CIST, SENAC Cacoal e SENAC Pimenta Bueno, JN Saúde e Segurança no Trabalho, Canopus Motos Cacoal, Lind´água, Iogurte Eliete e Pão de Queijo Mais sabor), a 4° Edição do Projeto Saúde do Caminhoneiro.

O “Projeto Saúde do Caminhoneiro” visa melhorar a saúde dos caminhoneiros, através de informações de hábitos saudáveis, assim como oferecer gratuitamente testes rápidos de DST/AIDS, hepatites, sífilis, glicemia, pressão arterial, orientação odontológica, vacinas, consultas médicas e acolhimento psicológico, trabalhando na prevenção de fatores de risco comuns aos caminhoneiros (ex. alimentação, atividade física e higiene); estimulando nos caminhoneiros a preocupação com a saúde e promovendo motivação e envolvimento desta categoria de profissionais.

Durante o evento foram realizadas abordagens aos caminhoneiros que trafegam na BR 364, ocasião que foram oferecidos os serviços mencionados acima.  A presente ação realizada pelo CEREST atende a Constituição da Republica Federativa do Brasil, no seu art. 200 – Ao Sistema Único de Saúde, Compete além de outras atribuições, nos termos da lei 8080/1990: II – Executar ações de vigilância sanitária epidemiológica, bem como as de saúde do trabalhador.      Durante o período foram atendidos 51 caminhoneiros, das mais variadas localidades do Brasil, onde foram realizados os seguintes serviços: 51 aferições de pressão arterial, 41 testes glicêmicos, 23 acolhimentos psicológicos, 31 consultas médicas, 61 Kits Odontológicos distribuídos e realização de orientações, 27 Vacinações (Gripe, Tétano, Hepatite B e Febre Amarela), 176 Testes Rápidos (HIV, Sífilis, Hepatite B e C ).

Importante destacar que a lei 13.103/15, chamada Lei dos caminhoneiros, que alterou as normas sobre a atividade dos motoristas, já menciona em seu bojo a preocupação com a saúde do trabalhador dessa classe, quando fixa a jornada de trabalho, mencionando os intervalos para descansos nas interjornadas, aplicando inclusive penalidades em caso de descumprimento.

        A preocupação da equipe é que os trabalhadores retornem e continuem a jornada de trabalho nas condições encontradas, porem sabedores, que as orientações recebidas, irão contribuir com as mudanças de comportamentos e atitudes, posto que, todos os cidadãos devem ter consciência e preocupação ao estado de saúde.