São Paulo

Cod. IBGE: 
35

Webconferência debaterá acidentes de trabalho graves e fatais em menores de 18 anos

Na próxima terça-feira, 30 de maio, será realizada mais uma webconferência fruto da parceria entre o Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP) e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), através Rede Universitária de Telemedicina (RUTE). Com o tema Acidentes de trabalho graves e fatais em menores de 18 anos, a webconferência contará com a participação da coordenadora Estadual de Saúde do Trabalhador de São Paulo, Simone Alves dos Santos.

II Seminário do Curso de Especialização em saúde do trabalhador e ecologia humana

2o seminário de um conjunto de 10 que compõem o Curso de Especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana.
Neste seminário serão discutidos dados epidemiológicos do município de São Paulo.
Com a participação de Heleno Corrêa e Rita Bessa.

Segurança na construção civil em grandes obras: encontro Presencial do Fórum Acidentes do Trabalho

Nos últimos anos o governo brasileiro no embalo do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) fez investimentos significativos em grandes canteiros de obras, como a expansão de portos, aeroportos e sistemas rodoviários favorecendo a mobilidade urbana. Além disso, no ano passado, o Brasil foi sede da Copa do Mundo e no próximo ano sediará os Jogos Olímpicos, exigindo infra-estrutura física adicional para esses eventos. Essas atividades trouxeram em seu bojo não apenas aumento na ocorrência e registros de acidentes como também importantes impactos ambientais e na vida de populações residentes nas áreas afetadas. Desastres e acidentes na construção civil têm sido alvo de estudos apoiados em novas metodologias e construídos com apoio em estratégias multi-institucionais e multiprofissionais pouco conhecidas e utilizadas em nosso país. Exemplos de abordagens desse tipo foram aplicadas quando da construção do Parque Olímpico de Londres e também no estado de São Paulo.

Consumo alimentar e condições de trabalho no corte manual de cana de açúcar no estado de São Paulo

Os trabalhadores ingerem de 5 a 10 litros de água/dia e a diluição dos repositores eletrolíticos foi inferior à adequada. A alimentação durante a safra não garantia a segurança alimentar e nutricional. A alimentação foi monótona, conservada e consumida em temperatura inadequada, e incompatível com os hábitos culturais, gerando desperdício e redução do consumo alimentar. Os trabalhadores relataram dores e câimbras no decorrer da jornada. As pausas para descanso foram insuficientes. O pagamento pela quantidade de produção, o processo de trabalho e as práticas de pagamento foram considerados determinantes da situação de precariedade ampla a que estes trabalhadores estavam submetidos. O trabalho no corte manual de cana é extenuante e o pagamento por produção pode ser um agravante para a saúde, pois implica na redução das pausas para descanso. A alimentação e hidratação corretas poderiam minimizar o desgaste e as dores durante o trabalho.

Perfil sociodemográfico e ocupacional de trabalhadores com ler/dort: estudo epidemiológico

Analisou-se o perfil sociodemográfico e ocupacional de trabalhadores comlesões por esforços repetitivos (LER) ou disfunções osteomusculares relacionados ao trabalho(DORT) em Piracicaba, São Paulo, avaliando-se a associação desse perfil com a ocorrênciade dor, bem como a associação de risco para LER/DORT. Dados de 1.007 prontuáriosforam submetidos à análise descritiva (p<0,05). A LER/DORT predominou em mulheres, naidade produtiva, com baixo grau de instrução e baixos salários, com função de doméstica,cozinheira, serviços gerais, auxiliar de produção e costureira; a dor predominou no membrosuperior e estava associada à função, ao gênero feminino, ao baixo grau de instrução e aoestado civil; houve associação de risco entre organização e ergonomia no trabalho e dor nomembro superior. A compreensão das relações do trabalhador com o ambiente de trabalho ecom o trabalho pode favorecer medidas de vigilância e promoção de saúde.

Piracicaba realiza processo seletivo para residências médicas

A Secretaria de Saúde de Piracicaba realiza neste mês de fevereiro o processo seletivo de admissão ao primeiro ano do Programa de Residências Médicas do unicípio. Serão oferecidas 30 vagas em nove especialides – medicida de família e comunidade, ortopedia, cardiologia, pediatria, ginecologia e obstetrícia, clínica médica, cirurgia geral, medicina do trabalho e urologia.

Páginas

Subscribe to RSS - São Paulo