Como acessar a plataforma

  1. Cadastre-se no site: http://renastonline.ensp.fiocruz.br/user
  2. Você receberá um e-mail confirmando seu cadastramento. Aguarde um segundo e-mail comunicando a liberação do seu registro pela administração do site (isso pode demorar algumas horas)
  3. Siga as instruções do segundo e-mail para criar sua senha de acesso ao site. Preencha as informações e pronto: você está logado.
  4. Acesse a Plataforma RENAST online em http://renastonline.ensp.fiocruz.br/temas/plataforma-renast-online (se você estiver em comutador diferente daquele que fez seu cadastro é necessário fazer login novamente).
  5. Escolha um dos painéis disponíveis.
  6. Clique no link à direita da página para acessar sistema dos painéis
  7. Faça login agora no sistema de indicadores usando: usuário: visitante e senha: painel
  8. Escolha o Estado, cerest e/ou território. 
  9. Navegue dentro dos painéis. eles têm abas com diferentes indicadores
  10. Algumas versões do navegador firefox vêm apresentando incompatibilidade com o sistema. Recomendamos a utilização do Chrome ou do Internet Explorer.

Comentários

imagem de Nilva De Zorzi

Na quarta-feira, 11/11, das 8h às 17h, será promovido em Caxias do Sul o II Seminário “Meu Trabalho Está Me Enlouquecendo”- Intervenções em Saúde Mental do Trabalhador. Neste ano, o evento tem como objetivo debater os temas  Estresse, Burnout e Depressão no ambiente de trabalho e sensibilizar as organizações públicas e privadas para o desenvolvimento e implementação de políticas de saúde mental do trabalhador.

O encontro tem como pergunta norteadora: É possível estabelecer um equilíbrio entre os diversos interesses para a manutenção da economia produtiva, sem perder o foco na saúde e na qualidade de vida dos trabalhadores em tempos de sustentabilidade?

Evento Gratuito: para participar, é preciso realizar inscrições até 10/11 através do link: formsus.datasus.gov.br/site/formulario.php?id_aplicacao=22870 ou então no local.

Mais informações pelos telefones (54) 3223-7848 ou (54) 3290-4508.

II Seminário “Meu Trabalho Está Me Enlouquecendo - Depressão, Estresse e Burnout – Intervenções em Saúde Mental do Trabalhador
Quando: 11/11/2015, das 8h às 17h
Onde: UCS Teatro, Bloco m da Universidade de Caxias do Sul (Rua Francisco Getulio Vargas, 1130) em Caxias do Sul
Público Alvo: Empregadores e empregados dos setores público e privado; dirigentes, trabalhadores; sindicatos e representantes no domínio da saúde e segurança de todas as organizações; estudantes e demais profissionais dedicados à qualificação da segurança e da saúde no trabalho.

O evento é uma promoção do CEREST Serra - Conselho de Psicologia do RS  e Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Caxias do Sul e região.

>> Veja como foi o I Seminário "Meu Trabalho Está Me Enlouquecendo", realizado em 2014. ( http://www.crprs.org.br/comunicacao/noticias/saude-mental-do-trabalhador... )

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

Manhã: O Valor do Trabalho na Cultura, e a Menos-valia Silenciosa
8h - Credenciamento
8h30 - Abertura
9h15 - Palestra com João Ignacio Pires Lucas – “Da Enxada ao Pixel”                                
10h às 10h15 - Intervalo
10h15 - Palestra Maria da Graça Jacques – “O Trabalho Me Enlouquece”
11h - Roda de conversa (João Ignacio, Maria da Graça e Nilva)
Mediadora - Nilva De Zorzi, psicóloga do CEREST Serra e coordenadora do evento.

12h às 13h30: Intervalo para Almoço

Tarde: A Organização do Trabalho na Era da Sustentabilidade

13h30 - Palestra com Luciana Nussbaumer - “Transtornos Mentais Relacionados ao Trabalho Notificados no RS”
14h15 - Palestra com Cláudia Magnus - “Sofrimento no Trabalho - Alternativas na Construção de Saúde”
15h - Palestra com Orlando Marin - “Somos Todos Trabalhadores”
15h45 - Intervalo
16h - Roda de Conversa (Luciana, Cláudia, Jorge e Orlando)
(Mediador - Jorge Rodrigues - Sindicalista do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Caxias do Sul)
17h Encerramento.

PARTICIPE !

O site do Tribunal Superior do Trabalho traz notícia interessante sobre um caso de reconhecimento de DVRT - Distúrbio de Voz Relacionado ao Trabalho. Uma escola foi condenada a pagar indenização  a uma ex- professora que adquiriu lesão em cordas vocais.

Apesar de ser lamentável que professores ainda desenvolvam distúrbios de voz por causa do trabalho, notícias como essa são importantes para dar visibilidade e contribuir para a conscientização a respeito desse agravo à saúde.

A notícia completa está np link: 

http://www.tst.jus.br/pt/web/guest/noticia-destaque/-/asset_publisher/NG...